quarta-feira, 20 de setembro de 2017

(Mineiro) Minas Tênis Clube supera Montes Claros dentro do Caldeirão

Mesmo jogando no ginásio Tancredo Neves, o ‘Caldeirão’, o Minas Tênis Clube venceu o Montes Claros por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 24/26, 21/25 e 21/25, pelo Campeonato Mineiro. Essa foi a primeira vitória do time de Belo Horizonte, que agora soma três pontos e aparece na 3ª colocação, enquanto o Pequi Atômico, mesmo com a derrota, permanece na vice-liderança, com sete pontos ganhos.

Como esperado, o primeiro set começou com um rally sensacional, sendo que o oposto Lorena definiu o ponto para os donos da casa. O saque balanceado, oscilando com o chapado e o viagem, além do forte bloqueio impostos pelo Montes Claros fizeram a diferença na parcial, sendo que Nery Tambeiro gastou seus dois tempos quando o placara anotava 8 a 4 e 15 a 9, respectivamente. Os centrais Mesa e Tarcísio também fizeram a diferença no bloqueio e ajudaram o Pequi Atômico a ampliar o placar e fechar em 25 a 18.

O segundo set iniciou com o Minas Tênis Clube abrindo logo 3 a 1, porém o Montes Claros reagiu e a alternância no placar foi a tônica deste período. Quando o placar mostrava 11 a 11, o Pequi Atômico abriu três pontos em sequência, mas os visitantes se reencontraram em quadra e empataram em 21 a 21. O técnico Chico dos Santos foi obrigado a pedir um tempo e a equipe da casa abriu vantagem em 23 a 21. A diferença se manteve até o final, mas depois de dois erros de ataque, o Minas Tênis Clube fechou em 26 a 24.

O terceiro set começou com o time da casa errando na recepção e com aces do Minas Tênis Clube. Os visitantes souberam aproveitar isso e mantiveram a diferença favorável em dois pontos, sendo que o bloqueio adversário fez com que Chico dos Santos pedisse tempo técnico quando o placar apresentava 7 a 2. Com o apoio da torcida, o Montes Claros encostou no placar: 8 a 6, mas logo foi a vez de Nery Tambeiro pedir uma parada, o que surtiu efeito. O Minas Tênis Clube ampliou a diferença em 17 a 13 e mesmo com uma pequena reação dos donos da casa, o time de Belo Horizonte teve paciência para fechar em 25 a 21.

O quarto set era tudo ou nada para o Montes Claros e o que se viu foi um jogo bastante equilibrado com erros seguidos dos dois times. O bloqueio fez a diferença mais uma vez para o Minas Tênis Clube, com destaque para o trabalho realizado pelos centrais. No final, mesmo com a pressão da torcida e do adversário, os visitantes fecharam em 25 a 21.

“Tivemos dois jogos fortes contra o Cruzeiro e cometemos muitos erros. Tentamos diminuir essas falhas e conseguimos vencer. Com o passar do tempo, estou evoluindo e espero ajudar um pouco mais o time no ataque e no passe. Me sinto mais seguro que o ano passado, quando fiquei muito tempo machucado, e, nesta temporada, quero ajudar mais o Minas”, comentou o ponteiro Bisset.

O próximo jogo entre as duas equipes é nesta quinta-feira, às 20h, também no ginásio Tancredo Neves. Esse será o último jogo do Montes Claros na fase classificatória, enquanto o Minas Tênis Clube ainda terá dois confrontos diante do JF Vôlei para finalizar essa etapa da competição.

foto: Ascom/MOC Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário