domingo, 3 de setembro de 2017

(Mineiro) Em jogo equilibrado, Sada/Cruzeiro vence Montes Claros no tie-break

Com mais de 3.700 pessoas presentes, o Sada/Cruzeiro venceu o Montes Claros por 3 sets a 2, parciais de 25/23, 19/25, 20/25, 25/23 e 15/8, no ginásio Tancredo Neves, pelo Campeonato Mineiro. Com o resultado, os comandados de Marcelo Mendez seguem invictos e na liderança da competição, com oito pontos, enquanto o Pequi Atômico somou seu primeiro pontos após duas partidas.

O primeiro set começou bem disputado, porém o Sada/Cruzeiro conseguiu abrir boa vantagem: 12 a 9, o que obrigou o técnico Chico dos Santos a solicitar o primeiro tempo técnico. A parada surtiu efeito e o Montes Claros igualou o novamente o marcador, levando a disputa ponto a ponto até o final. Com um bloqueio do oposto Lorena, os donos da casa fecharam em 25 a 23. 

O segundo set começou como o anterior, bastante disputado e com lances incríveis e bloqueios das duas equipes. Marcelo Mendez, após dois erros do oposto Evandro, o substituiu por Alemão, que ajudou os cruzeirenses a abrirem 6 a 10. O Sada/Cruzeiro seguiu abrindo vantagem no placar: 10 a 17, e mesmo com uma reação do Montes Claros (15 a 20), os visitantes não tiveram dificuldades para fechar em 19 a 25 após erro de saque do ponteiro Vivalde.

O terceiro set começou com o Sada/Cruzeiro abrindo 2 a 6, obrigando Chico do Santos a pedir tempo. A equipe da casa voltou mais atenta e chegou a encostar no placar em 13 a 16. Mas, o forte bloqueio do time adversário fez a diferença no set: 13 a 19. Com destaque para o ponteiro Leal, a Raposa administrou a vantagem e fez 20 a 25, abrindo assim 2 sets a 1.

O quarto set iniciou com as duas equipes disputando ponto a ponto, além de se ver jogadas bem trabalhadas e lances bem disputados nos ataques e contra-ataques. Na reta final, um erro de rodízio iniciou uma confusão com a arbitragem que gerou cerca de 12 minutos de paralisação. Na retomada, o bloqueio de Montes Claros fez a diferença, fechando a parcial em 25 a 23.

O quinto e decisivo set foi marcado pelos erros do Pequi Atômico, principalmente no saque. Já o Sada/Cruzeiro aproveitou os erros do adversário e impôs o seu ritmo, com forte bloqueio e contra-ataques, fechando a partida em 8 a 15.

“Foi um jogo muito difícil, muito disputado, com muitos erros, confusões com a arbitragem também. Mas no geral foi uma partida muito equilibrada. Para um começo de temporada o time de Montes Claros está muito bem e vai crescer ainda. E nós também temos que melhorar muito mais. No quinto set nós crescemos no saque, pesou a experiência do nosso time e vamos levar para Belo Horizonte essa importante vitória. Agora é pensar no time de Juiz de Fora, que tem garotos das nossas categorias de base que sempre treinaram com a gente e nos conhecem bem”, comentou o ponteiro Leal, maior pontuador do jogo, com 22 acertos.

O Sada/Cruzeiro volta a quadra na próxima quinta-feira, às 17h, diante do JF Vôlei, no ginásio do Riacho, em Contagem. Já o Montes Claros retorna apenas na quarta-feira, dia 13, às 20h, também diante do JF Vôlei, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Sada Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Leal, Filipe, Simon, Éder Levi e Serginho (líbero)
entraram: Alemão, Pablo e Fernando Cachopa
técnico: Marcelo Mendez.

Montes Claros: Sandro, Lorena, Lisandro, Vivalde, Guinter, Mesa e Alan (líbero)
entraram: Luan, Alemão, Najari e Mudo
técnico: Chico dos Santos

foto: Ascom/MOC VÔLEI

Nenhum comentário:

Postar um comentário