(Taça Ouro) Caramuru/Castro ‘segura a onda’ e derrota Rádio Clube/AVP

Na primeira partida da rodada de encerramento da Taça Ouro, o Caramuru/Castro não deu chances para o Rádio Clube/AVP e venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/16 e 25/19, no ginásio Oscar Zelaya, no Rio de Janeiro. Mesmo com a vitória, os paranaenses não conseguiram a tão sonhada vaga a elite nacional, porém fizeram uma campanha interessante ao terminarem em 2º lugar, com seis pontos.

Após a vitória sobre o Corinthians/Guarulhos e a derrota para o Botafogo, ambas no tie-break, o Caramuru/Castro entrou em quadra para fazer seu último jogo na competição com a cabeça ainda nos acontecimentos relacionados a partida contra os anfitriões, no último sábado. O técnico Fábio Sampaio acabou não ficando ao lado da quadra a pedido da diretoria do clube para preservar sua integridade física, sendo que se pensou na ideia da equipe não jogar e ser decretado W.O,

Na partida entre Caramuru/Castro e Botafogo, muita discussão em quadra e, principalmente, de torcedores com alguns jogadores do time paranaense e com o técnico Fábio Sampaio. Segundo relados do time visitante, eles foram obrigados a ficar cerca de duas horas no vestiário porque parte da torcida queria agredi-los. Além disso, da arquibancada de General Severiano partiu copos de cerveja e xingamentos, algo que a CBV precisa investigar e tomar alguma providencia.

Agora, passada essa situação toda e a Taça Ouro, o Caramuru/Castro volta a pensar no Campeonato Paranaense, onde é atualmente lidera da competição e busca o bicampeonato. Sem a vaga na elite nacional, o time comandado por Fábio Sampaio irá disputar a Superliga B, que deve iniciar em janeiro.

foto: Thiago Paes/FPV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata

Com jogos ao vivo na web, Taça Prata começa nesta terça-feira em Itapetininga