sexta-feira, 25 de agosto de 2017

(Mineiro) Sada/Cruzeiro recebe Montes Claros na abertura da competição

Começa nesta sexta-feira, às 20h, o Campeonato Mineiro com a partida entre Sada/Cruzeiro e Montes Claros, no ginásio do Riacho, em Contagem. Na busca pelo heptacampeonato, o time celeste tem uma mudança significativa no elenco, saindo William e entrando o argentino Nico Uriarte. Já o Pequi Atômico chega bastante modificado em relação a temporada passada e querendo chegar, no mínimo, a final do Estadual.

“Para o nosso jogo em Contagem eu espero uma linda festa. Não vejo a hora de conhecer melhor o ginásio, ver a torcida no Riachão, e será uma partida muito importante para nós neste trabalho de pré-temporada. Estou com muita vontade de jogar e seguir crescendo com esse time”, afirmou Nico Uriarte, que esteve assistindo a vitória do Cruzeiro sobre o Grêmio pela semifinal da Copa do Brasil na última quarta-feira.

Além de Uriarte, a outra mudança ocorrida no elenco foi a chegada do oposto Alemão para a vaga de Alan, que se transferiu para o Sesi-SP. Para a estreia do Estadual, o técnico Marcelo Mendez contará com a força e o talento de Leal e Simon, além da experiência do líbero Serginho e do ponteiro Filipe, que vão disputar mais uma temporada pela Raposa.

No Montes Claros, o clima ansiedade pela estreia na temporada mudou para o de apreensão de uma hora para outra. Dos 15 jogadores do elenco, nove pegaram uma virose, sendo que quatro deles não tiveram condições de viajar para Contagem. O oposto Lorena, o líbero Alan, o central Bruno e o ponteiro Luan desfalcam o time comandado por Chico dos Santos, 

“Claro que se você vai fazer um jogo sem todos jogadores, a gente fica em desvantagem e não com a nossa força máxima. Estaremos apenas com 11 jogadores em quadra diante do Cruzeiro. Mas, faz parte, pois não era uma coisa que queríamos que acontecesse, mas aconteceu. Mas, o que acho importante é que os jogadores que estão treinando, estão bem confiantes e podem até surpreender. É o que esperamos”, disse o técnico Chico dos Santos.

“Pensando na competição, no próprio calendário, no planejamento e organização para a temporada, iremos jogar no sacrifício sim, enfrentar este problema momentâneo de cabeça erguida e buscar o melhor resultado possível, mesmo com todas as condições adversas para este jogo”, declarou o gestor da equipe, Andrey Souza.

foto: Renato Araújo/Sada Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário