domingo, 9 de julho de 2017

Ngapeth é MVP e dois brasileiros aparecem na seleção da Liga Mundial

França com o ouro, Brasil com a prata e Canadá com o bronze. Assim terminou a classificação da Liga Mundial 2017. No quesito premiações individuais, o ponteiro Ngapeth, que marcou 29 pontos na decisão, acabou sendo o MVP da competição, porém o time verde e amarelo teve representantes na seleção do torneio, casos do oposto Wallace e do ponteiro Lucarelli.

Além de Ngapeth, a campeã França ainda colocou na seleção o central Le Roux e o levantador Toniutti, enquanto o Canadá (grande revelação da Liga Mundial) teve o o central Graham Vigrass e o líbero Blair Bann. Após a conquista da medalha de ouro, o técnico francês Laurent Tillie falou sobre a vitória diante do Brasil em plena Arena da Baixada, em Curitiba.

“Foi um jogo incrível, uma final muito agradável com tantas emoções e ações fantásticas. A melhor parte do jogo foi o lado mental, pois ambas as equipes lutaram com todas as suas forças até que a sorte decidiu o jogo. O Brasil deveria ganhar, mas a defesa de Ngapeth que pousou no canto da quadra mudou o resultado da partida. E então, Le Roux esmiuçou o caminho do saque. O voleibol é assim: você tem que trabalhar talvez por apenas três pontos. Para ficar no jogo apenas por um momento assim. Este campeonato é a minha maior satisfação; A Liga Mundial tem uma atmosfera incrível com grandes fãs e conquistá-la novamente é incrível”, declarou Tillie.

Os eleitos:

MVP: Earvin Ngapeth (França)
Melhores ponteiros: Ricardo Lucarelli (Brasil) e Earvin Ngapeth (França)
Melhores centrais: Graham Vigrass (Canadá) e Kevin Le Roux (França)
Melhor líbero: Blair Cameron Bann (Canadá)
Melhor levantador: Benjamin Toniutti (França)
Melhor oposto: Wallace De Souza (Brasil)

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário