quarta-feira, 5 de julho de 2017

(Liga Mundial) Seleção brasileira enfrenta a Rússia nesta quinta-feira

Depois de uma primeira vitória, sobre o Canadá, a Seleção Brasileira volta a Arena da Baixada, nesta quinta-feira, para o segundo jogo pela Fase Final da Liga Mundial. A equipe verde e amarela terá a Rússia como segundo adversário nesta etapa da competição onde busca o décimo título. O confronto será às 15h05min, com transmissão ao vivo da Globo e do SporTV.

Líder do Grupo J, com três pontos após a vitória sobre o Canadá por 3 sets a 1, o Brasil busca o primeiro lugar e a vaga nas semifinais. No segundo jogo da chave, nesta quinta-feira, os canadenses fizeram 3 sets a 0 nos russos, que precisam vencer de qualquer maneira os donos da casa se ainda quiserem algo na competição. No Grupo K, França e Estados Unidos somam uma vitória, enquanto a Sérvia (atua campeã) ainda não ganhou nesta fase.

“A Rússia faz um jogo muito focado na força física tanto no saque, como no ataque e nós temos que sermos muito fortes no bloqueio e defesa e ser muito paciente também. Não enfrentamos o time deles na fase classificatória, diferente do Canadá, contra quem estreamos nesta Fase Final e contra quem já havíamos jogado e vencido (...) Eles têm um time mais agressivo, que vai para decidir no saque e no ataque. Não é tão rápido como o Canadá, mas é extremamente eficiente, tanto é que classificou para essa fase com méritos”, analisou o treinador Renan Dal Zotto, que destaca os jovens da seleção adversária.

“É uma equipe nova, com jogadores jovens, mas com as características de sempre, com atletas gigantescos. A exemplo do que aconteceu com os Estados Unidos, é um time que cresceu dentro da competição. Então, chega neste momento muito bom e estamos estudando bastante para montar uma estratégia interessante para derrubar esses gigantes”, concluiu o treinador.

Equipes:

Brasil: Wallace, Bruninho, Lucão, Maurício Souza, Maurício Borges, Lucarelli e Thales (líbero)
técnico: Renan Dal Zotto

Rússia: Kliuka, Volkov, Kurkaev, Zhigalov, Kovalev, Likhosherstov e Martynyuk (líbero)
técnico: Serguey Shliapnikov

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário