sábado, 10 de junho de 2017

Veja como está cada clube classificado para a Superliga 2017/2018

A Confederação Brasileira de Voleibol enviou, na última sexta-feira, uma carta-convite aos clubes classificados para a disputa da Superliga 2017/2018, formalizando a participação na próxima edição da competição. Na disputa estão classificados os dez primeiros na Superliga 2016/2017 e o campeão da última edição da Superliga B. A última vaga será do campeão da Taça Ouro, a ser disputada entre 8 e 12 de agosto, no ginásio Oscar Zalaya, em General Severiano, no Rio de Janeiro.

Os 11 clubes já classificados para a Superliga 2017/2018 têm até o dia 20 para formalizar a confirmação da participação e até o dia 30 para fazer o pagamento da taxa de inscrição. A tendência é que não exista nenhuma desistência e até mesmo equipes que ainda não anunciaram nenhum jogador para a temporada estão se organizando para aquisição de novos parceiros e para fechar seus orçamentos.

Confira um breve resumo de como está cada equipe atualmente:

Sada/Cruzeiro (campeão) - Perdeu o levantador e capitão William, mas trouxe o argentino Uriarte e manteve o restante da base, com Leal, Simon, Serginho, Evandro, Rodriguinho, Isac e Filipe.

Funvic/Taubaté (vice-campeão) – Passou por mudanças, trazendo o técnico Daniel Castelani, o sérvio Ivovic, o argentino Solé, além de Dante e Thales. Seguem no clube algumas referências como Wallace, Rapha e Lucarelli.

Sesi-SP (3º lugar) – Dentro e fora de quadra se reformulou com a chegada do técnico Rubinho, além de William, Lipe, Piá, Franco, Gustavão e Renato. Da temporada passada seguem Lucão, Douglas Souza e Murilo, sendo que este último será aproveitado como líbero.

Vôlei Brasil Kirin (4º lugar) – Com a saída do patrocinador máster ainda nada foi divulgado oficialmente, mas Horacio Dileo vai permanecer a frente do time de Campinas. Alguns nomes são especulados, como Leandro Vissotto, Mão e o argentino Facundo Santucci.

Montes Claros Vôlei (5º lugar) – Querendo dar um passo a mais, o Pequi Atômico movimenta o empresariado local, com ações constantes e já anunciou alguns nomes, como o argentino Zanotti e o ponteiro Najari, porém está alinhavado com o oposto Lorena (grande ídolo da torcida), o levantador Sandro e o líbero Alan.

Minas Tênis Clube (6º lugar) – Sem muito alarde e sem nada oficial, o clube seguirá com Nery Tambeiro e manterá a base, com destaque para Felipe Roque, Flávio, Bisset, Petrus e Rogerinho. Dois nomes que vem sendo especulados na equipe são do levantador Marlon e do ponteiro Bob.

JF Vôlei (7º lugar) – Após a campanha histórica na edição passada, a prioridade foi renovar a parceria com o Sada/Cruzeiro, o que aconteceu esta semana. Agora, a diretoria busca o acerto com o técnico Henrique Furtado e a lista de jovens que virão emprestados pela Raposa.

Lebes/Gedore/Canoas (8º lugar) – Trabalhando para definir o orçamento e alinhar parcerias, o time gaúcho aguarda a liberação do Pró-Esporte (programa do Governo Estadual), Entretanto observa o mercado e Marcelo Fronckowiak, hoje auxiliar na Seleção Brasileira, já manifestou interesse de seguir no comando da equipe.

Bento Vôlei/Isabela (9º lugar) – Assim como Canoas espera a liberação do Pró-Esporte para definir seu orçamento. Paulão foi para Santa Catarina e não segue no clube, que pode apostar em jogadores mais jovens e uma comissão técnica da região.

Copel Telecom/Maringá Vôlei (10º lugar) – Ricardinho segue no comando do projeto e pelo que se vê a equipe vai garimpar destaques da última Superliga. Ialisson e Alisson (ambos do Canoas), Brasília (São Bernardo) Alê (Montes Claros) e Leitzte (Sesi-SP) estariam negociando com o clube paranaense.

Sesc-RJ (Campeão da Superliga B) – Agora na elite, o time carioca foi atrás de grandes nomes e tirou Maurício Souza e Tiago Brendle do Brasil Kirin. Além disso ‘repatriou’ Maurício Borges, Thiaguinho e João Rafael. Para completar foi buscar o oposto Renan, destaque do JF Vôlei na última Superliga. Vale destacar que nenhum deles foi confirmado oficialmente.

foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário