quarta-feira, 7 de junho de 2017

Base do São Bernardo será aproveitada pelo Corinthians/Guarulhos

Pensando não apenas em fazer uma equipe forte para a Taça Ouro, a diretoria do Corinthians/Guarulhos já projeta o aproveitamento de jovens no elenco de Alexandre Stanzioni. Vários jogadores entre 19 e 20 anos que disputaram a última Superliga por São Bernardo acertaram suas transferências para o Timão e já estão trabalhando com o auxiliar-técnico Orlando Araujo.

Alguns atletas que já estão em atividade na nova equipe de Guarulhos são os opostos Gabriel Santos e Wallaf; os ponteiros Fernando Pires, Yago e Vini; o levantador Matoso, o líbero João Carrasco e o central Vitão. Vale destacar que muitos deles foram aproveitados por Douglas Chiarotti no São Bernardo e chegaram a conquistar o Campeonato Paulista Sub-21 na temporada passada.

Mesmo com vários jovens, o Corinthians/Guarulhos espera fechar em breve com sete nomes bem conhecidos do cenário nacional. Depois de confirmarem o líbero Serginho e o central Sidão, o levantador Rodrigo Ribeiro (ex-JF Vôlei), o oposto Rivaldo (ex-Brasil Kirin), o central Luizinho (ex-Arago-França), o ponteiro Mineiro (ex-Botafogo), além de três jogadores que estavam no Sesi-SP (Alan Patrick, Fabio e Riad).

foto: Reprodução/Facebook

2 comentários:

  1. Sinceramente,time de aluguel jogando com CNPJ alheio,queimando etapas e vcs achando maravilhoso. Uma vergonha pro Corinthians,que não precisa disso e pra CBV,mas a entidade é a rainha das mutretas. Vergonha.

    ResponderExcluir
  2. O mesmo cara que comentou no site do Melhor do Vôlei está aqui reclamando. O Brasil ainda projeta competições que dão acesso a primeira divisão do vôlei nacional, Superliga Masculina. Ainda não temos um cenário bem definido, por isso, adaptações acontecem. O São Bernardo abandonou o projeto vôlei masculino e o Corinthians aproveitou a oportunidade para legalmente solicitar a disputa. Nada disso é ilegal. Se a equipe de São Bernardo continuasse, realmente seria mais justo o Corinthians jogar a Taça Prata, mas essa vaga surgiu e a CBV não pode recusar um projeto tão promissor que valoriza as suas ligas. Entenda que nada está ganho, todos os times da Superliga B e o último colocado da Superliga continuam na disputa. Nenhum clube saiu prejudicado, portanto, não há vergonha alguma a ser demonstrada. É uma competição, se o Corinthians Guarulhos não vencer, terá de jogar a Superliga B no lugar do São Bernardo ou disputar a próxima Taça Prata.

    ResponderExcluir