sexta-feira, 23 de junho de 2017

Apan/Blumenau explica porque não participará da Taça Ouro

Na segunda-feira passada ficamos sabendo que três dos sete clubes inicialmente inscritos para a Taça Ouro tinha desistido de participar da competição que dará ao campeão uma vaga na Superliga 2017/2018. No mesmo dia, em nota oficial, a diretoria da Apan/Blumenau informou os motivos que fez o clube declinar de disputar o torneio, que será realizado de 11 a 13 de agosto, no ginásio Oscar Zelaya, no Rio de Janeiro.

A nota do time catarinense coloca dois motivos como fatores principais: a) Blumenau se apresentou com a melhor proposta para ser a cidade sede da competição, mas o Rio de Janeiro acabou sendo escolhida. b) O fato do Corinthians/Guarulhos ingressar na competição utilizando o CNPJ de São Bernardo do Campo. Além disso, a Apan/Blumenau, respeitosamente, entende que estas atitudes estão em desacordo com a governança que o esporte precisa adotar.

De acordo com o jornalista Augusto Ittner, do jornal de Santa Catarina, a cidade de Blumenau, que concorria com Castro e Rio de Janeiro para sediar a Taça Ouro, protocolou junto a CBV a melhor proposta, disponibilizando como contrapartida a alimentação e hospedagem para quatro equipes durante os cinco dias de torneio, enquanto o Botafogo (sede no RJ) iria pagar apenas a comida a atletas e comissão técnica dos clubes.

Sem a Taça Ouro, a diretoria da Apan/Blumenau se mobiliza para realizar no ginásio Galegão um torneio envolvendo equipes da Superliga A e um time argentino como preparatório para o Campeonato Catarinense e os Jogos Abertos de Santa Catarina. A Copa Blumenau ocorreria em agosto ou setembro, enquanto isso, o foco está nas divisões de base e no preparo da estrutura para o ano que vem.

foto: Ricardo Botelho/Inovafoto/CBV

Um comentário:

  1. Todo mundo sabe que essa taça ouro foi criada pra dar a vaga ao Corinthians.

    ResponderExcluir