sábado, 20 de maio de 2017

Com foco na Taça Ouro, Caramuru/Castro inicia treinos com novidades

Em sua primeira participação na elite nacional, o Caramuru/Castro acabou na lanterna e por conta disso terá que disputar a Taça Ouro e vencer para ingressar na Superliga 2017/2018. Para alcançar esse objetivo, a comissão técnica, encabeçada por Fabio Sampaio, trabalha intensamente com o elenco desde segunda-feira tanto em quadra quanto na areia.

“Fizemos bons jogos, mas a inexperiência contou muito em momentos decisivos nos sets e jogos. Foi um momento de amadurecimento para o projeto e para atletas e comissão técnica”, disse Fábio Sampaio ao fazer uma avaliação da participação na Superliga 2016/2017.

Cerca de 90% do elenco da temporada passada permaneceu no clube, com destaque para o experiente líbero Mendel, o bom ponteiro Bruno Araujo e o promissor levantador Gustavo. Chegaram o central Michel, que estava no Bento Vôlei/Isabela, o líbero Bruno, que vestiu a camisa da Apan/Blumenau na última Superliga B, e o ponteiro Juan, que teve como último clube o Foz do Iguaçu.

Na disputa da Taça Ouro, que ocorrerá em agosto, o Caramuru/Castro enfrentará Apan/Blumenau, Rádio Clube/AVP, Botafogo, Upis e Clube Jaó (que disputaram a última Superliga B) e o Corinthians/Guarulhos (nova equipe que ficou com a vaga de São Bernardo, também rebaixado na Superliga 2016/2017). A intenção dos paranaenses é de sediar a competição.

“O Caramuru tem a vantagem de ser o elenco que joga junto desde inicio de 2016, com alguns reforços podemos surpreender, mas corremos por fora nessa briga (...) Estamos tentando trazer a Taça Ouro para Castro, mas sabemos que outras equipe tem o mesmo interesse, é o caso de Blumenau e AVP. Acredito que se for aqui nossas chances são maiores de surpreender”, afirmou o treinador da equipe paranaense, que avaliou alguns adversários.

“Acredito que esse boato da parceria entre São Bernardo, Guarulhos e Corinthians irá movimentar e atrair olhares para a Taça Ouro. Uma equipe com alto investimento e com a ilustre presença de Serginho deixa as coisas por lá mais fáceis, além de terem um excelente técnico, Alexandre Stanzioni, o que transforma o clube em franco favorito. Blumenau está investindo também e poderemos ter por lá a presença de atletas brasileiros que estão atuando no exterior. O Botafogo tem uma equipe forte e está se reforçando, enquanto a AVP também está repatriando atletas”, concluiu.

foto: Caramuru/Castro/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário