segunda-feira, 10 de abril de 2017

Vittorio Medioli ganha aliados, se aproxima de italianos e fortalece ACV

Presidente do Sada/Cruzeiro, Vittorio Medioli esteve no início deste mês na Itália, onde conversou com executivos da Lega Volley, órgão que administra as competições nacionais. Por considerar a Serie A1 e A2 exemplos de como organizar torneios de voleibol, o dirigente foi negociar uma aproximação e entender como é o funcionamento da entidade.

Vittorio Medioli, que se elegeu prefeito de Betim no início deste ano, não se desgruda do voleibol. Como presidente da Associação dos Clubes de Vôlei (ACV) pretende melhorar o produto Superliga fazendo com que as equipes tenham mais independente em relação a Confederação Brasileira de Vôlei, principalmente em relação a cotas de televisão e calendário.

Na Itália, Medioli se reuniu com o diretor executivo da Lega Volley, Massimo Righi e com representantes da empresa que comercializa os equipamentos de vídeo check para as equipes italianas. Especula-se que a ideia seria a ACV alugar os ‘kits’ aos clubes brasileiros de menor investimento visando a qualidade da Superliga 2017/2018 e a melhora da arbitragem, algo que vem incomodando os clubes nesta temporada.

Atualmente, a CBV só interfere em algo relacionado a Superliga quando existe uma exposição contrária nas redes sociais, seja por jogadores, treinadores ou clubes para se mexer. Vejam como exemplo as transmissões das partidas pela internet. Se a entidade que controla o voleibol nacional não abrir o olho e não se atualizar, Vittorio Medioli e seus aliados (e não são poucos) podem em um futuro não tão distante criar uma liga independente.

Dinheiro, apoio político e paixão pelo voleibol fazem com que as peças no tabuleiro se movimentem de maneira bem linear. Cada passo é dado com um motivo e em meio a mudanças no país, onde administradores/empresários resolveram galgar cargos públicos e entidades com diretorias vitalícias estão afundando, não é de se duvidar que o esporte também mude seu rumo.

foto: Lega Volley/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário