quarta-feira, 26 de abril de 2017

(Superliga) Sesi-SP x Funvic/Taubaté é promessa de jogão em São Caetano

O ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul, recebe, nesta quinta-feira, às 19h30min, o quarto duelo entre Sesi-SP e Funvic/Taubaté pela semifinal da Superliga 2016/2017. O time do Vale do Paraíba venceu os dois primeiros confrontos, enquanto a equipe paulistana ganhou a última partida, deixando a série melhor de cinco em 2 a 1 para os comandados de Cezar Douglas. O jogo terá transmissão do Sportv.

Em caso de vitória do time de Taubaté, o mesmo estará classificado para a final, onde já está o Sada/Cruzeiro, que eliminou o Brasil Kirin em 3 jogos a 0. Caso o Sesi-SP consiga a vitória, a série irá para o quinto e decisivo jogo, no dia 1º de maio, às 19h, no ginásio Abaeté, em Taubaté.

Depois de duas derrotas seguidas, o Sesi-SP se recuperou com uma grande atuação na última sexta-feira, no Abaeté. O oposto Theo foi um dos destaques sendo responsável por virar bolas complicadas, assim como o levantador Rafa, que entrou durante a partida no lugar de Bruninho, e mudou a cara da equipe em quadra. Para completar, o jovem Fabio foi fundamental no tie-break. A boa presença de jogadores do banco de reservas deu esperança ao técnico Marcos Pacheco, que sofre com problemas de lesão no elenco.

Sem Douglas Souza, Sidão e Aracaju, o comandante do Sesi-SP vem buscando a formação ideal a cada partida e contando com o sacrifício de alguns atletas, como o experiente Murilo, que vem se desdobrando no ataque, e o jovem Alan, que é oposto, mas vem sendo aproveitado como ponteiro. O estilo aguerrido da última partida é um fator que pode dar aos paulistanos um gás a mais no confronto.

“Precisamos manter a mesma calma do terceiro jogo, porque ainda continuamos em uma situação adversa. Acho que a serenidade que entramos para encarar o terceiro duelo foi muito importante. Mas, ao mesmo tempo é preciso agressividade, precisamos entrar com a mesma vontade de vencer, já que estamos atrás nesta série. Temos que esquecer as duas derrotas e manter o foco, o pé no chão porque uma vitória não adiantou anda até agora. Entramos no playoff tendo que ganhar três partidas e ainda temos essa possibilidade”, disse o central Riad.

Pelo lado do Funvic/Taubaté, o técnico Cezar Douglas viu o time ter altos e baixos na partida passada, mas nada que afete o bom momento que a equipe passa na competição. O oposto Wallace, o ponteiro Lucarelli e o levantador Rapha estão comendo a bola e é visível o entrosamento adquirido do início da temporada para agora. Agora fora de casa, o objetivo é manter o mesmo estilo, porém tendo mais cuidado nos momentos decisivos da partida.

“Temos que nos atentar as nossas falhas, corrigir tudo que fizemos de errado no terceiro jogo. O exagero de erros pode custar uma classificação para a final. Não podemos deixar um set que vencíamos por 24 a 21, ser fechado pelo adversário, estamos atentos quanto a isso. Já vencemos o Sesi em São Caetano e vamos lutar por isso na quinta-feira. Queremos vencer e garantir a classificação para a final”, disse o oposto Wallace.

“Na minha opinião esta é uma série semifinal digna de uma Superliga disputada como essa, entre dois cubes que nesses últimos anos estão fazendo lindos clássicos no voleibol brasileiro. No último jogo, eles souberam aproveitar um pouco mais as oportunidades que tiveram e conseguiram a vitória. Amanhã, quem conseguir aproveitar esses momentos delicados do jogo com menos erro, tem tudo para conseguir a vitória. Para o nosso time é saber aproveitar as chances ao longo do jogo”, explicou o levantador Rapha.

Equipes:

Sesi-SP: Bruno, Théo, Lucão, Riad, Vaccari, Murilo e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

Funvic/Taubaté: Rapha, Wallace, Éder, Otávio, Lucas Lóh, Lucarelli e Mário Jr. (líbero)
técnico: Cezar Douglas

foto: Bruno Miani/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário