domingo, 9 de abril de 2017

(Superliga) Sada/Cruzeiro derrota Brasil Kirin e abre vantagem na semifinal

No primeiro jogo da semifinal da Superliga 2016/2017, o Sada/Cruzeiro derrotou o Brasil Kirin por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 18/25, 25/22 e 25/21, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, a equipe mineira abriu 1 a 0 na serie melhor de cinco partidas, sendo que o próximo duelo ocorre na quinta-feira, dia 13, às 22h, no ginásio Taquaral, em Campinas.

Evandro abriu o placar do jogo a favor do Sada Cruzeiro. No bloqueio de Leal, 2 a 0. Maurício Souza respondeu para o Brasil Kirin. O time da casa abriu 4 a 1. No bloqueio individual de Filipe, 7 a 3. Com Simón, o Sada marcou 9 a 5. Quando o placar foi a 10/5, Dileo pediu tempo. O marcador ainda foi a 12 a 5. Com ponto de Leal, o Sada/Cruzeiro chegou a 16 a 9. No erro do adversário, o Brasil Kirin marcou 13 a 18. Quando o placar foi a 19 a 13, Horacio Dileo pediu tempo. O Brasil Kirin reagiu e aproximou em 19/21. No final, o Sada/Cruzeiro fechou em 25 a 20.

O Brasil Kirin começou o segundo set embalado e abriu 3/0. O Sada/Cruzeiro buscou e encostou no placar em 4 a 5. O time visitante seguiu no comando do placar em 11 a 7. A equipe mineira encostou em 11 a12 e Horacio Dileo pediu tempo. O Sada chegou ao ponto de empate em 15 a 15 e, no erro do adversário, assumiu o comando do marcador. O Sada/Cruzeiro ainda chegou a 17 a 15 e o Brasil Kirin empatou em 17/17. O time de Campinas marcou 20 a 17 e Marcelo Mendez pediu tempo. Com Maurício Souza bem no saque, o Brasil Kirin fechou em 25 a18.

O Sada/Cruzeiro abriu 4 a 2 no começo do terceiro set. O time mineiro fez 7 a 3 e o técnico do Brasil Kirin pediu tempo. Na largadinha de Filipe, o Sada fez 9 a 5 e o jogador pediu ainda mais apoio da torcida. Com Diogo, o grupo de Campinas fez 10 a 15. O Sada/Cruzeiro chegou a 17 a 12. O Brasil Kirin reagiu e, com Temponi, aproximou em 15 a 17. Marcelo Mendez pediu tempo. Os donos da casa fizeram 20 a 18. O time mineiro seguiu no comando do placar e fechou em 25 a 22.

Empolgado, o Sada/Cruzeiro esteve no comando do placar em todo o começo do quarto set. O time mineiro chegou a cinco de vantagem em 11 a 6. Na disputa de bola na rede, William levou a melhor e fez 13 a 9. Quando viu o adversário abrir 18 a 13, o técnico do Brasil Kirin, Horacio Dileo, parou o jogo com pedido de tempo. A vantagem foi a seis em 20 a 14. No ace de Simón, 22 a 15. Com Leal, o Sada/Cruzeiro fechou em 25 a 21.

“É um jogo de semifinal. Temos que jogar bem sempre. Acho que nosso time cometeu alguns erros hoje, mas é normal. Para o próximo jogo creio que temos que melhorar no saque, pois hoje cometemos muitos erros. Se não sacar bem o jogo complica. Conseguimos essa vitória importantíssima hoje em casa, o que nos dá uma vantagem. Sabemos que jogar lá em Campinas vai ser um jogo muito difícil”, disse o ponteiro Leal.

“A luta vai ser constante nesta série. Estamos falando de um playoff de cinco jogos, então é um passo de cada vez. Agora é a hora de jogarmos no Taquaral, um ambiente que a gente conhece e onde podemos dar uma sequência maior no nosso sistema de jogo”, comentou o oposto Rivaldo.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Evandro, Isac, Simón, Filipe, Leal e Serginho (líbero)
entraram: Alan, Fernando, Léo e Éder Levi
técnico: Marcelo Mendez

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Maurício Souza, Vini, Diogo, Temponi e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Gregore e Jotinha
técnico: Horacio Dileo

foto: Washington Alves/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário