quinta-feira, 13 de abril de 2017

Nossa política sobre o mercado de transferências e negociações

Nós últimos dias estamos recebendo diversas perguntas sobre transferências de jogadores, mudanças de técnicos e até criação de novas equipes, porém o Espaço do Vôlei tem bem clara sua postura de informar sem prejudicar. O mercado do voleibol funciona de uma maneira bem particular e atletas, treinadores e dirigentes sabem que uma palavra errada em um momento inoportuno pode prejudicar o presente e até o futuro de um projeto ou negociação.

Acreditamos que enquanto um clube disputa uma competição não devemos especular a respeito do que acontecerá na próxima temporada. Pegando como exemplo a Superliga 2016/2017 que está nas semifinais e a Superliga B que terá sua decisão no sábado, de que adianta iniciar uma discussão sobre quem deve ou não ficar em tal equipe ou quem pode ou não ser contratado. Além disso, a palavra oficial dos times será de foco na competição, o que está completamente correto.

Claro, que outros jornalistas podem dizer: Mas se a informação estiver correta temos que publicar. Eu, Fernando Soares, que respondo pelo Espaço do Vôlei discordo, pois vivenciamos um esporte que precisa da imprensa para se desenvolver e não temos a necessidade de correr com a notícia para ser mais rápido que o site tal ou o blog do fulano. Nosso diferencial é fazer o nosso publico gostar ainda mais desse esporte e nada melhor do que valorizar o jogo e, principalmente, o momento.

Os profissionais envolvidos nas equipes trabalham muito para chegar aos playoffs ou a uma decisão e quando chegam vamos começar a falar sobre a próxima temporada? Nos próximos dias o Espaço do Vôlei vai falar sobre o futuro de muitos times e jogadores que não estiverem envolvidos em competições. Vamos especular também, pois isso faz parte do charme do esporte, onde o clube faz mistério, o jogador não fala nada antes de assinar e o jornalista busca o máximo de fontes possíveis.

foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário