quinta-feira, 23 de março de 2017

(Superliga) Sada/Cruzeiro vira pra cima do Lebes/Gedore/Canoas e abre 2 a 0

O Sada/Cruzeiro levou um susto no primeiro set, mas virou o jogo e venceu o Lebes/Gedore/Canoas por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/18, 25/15 e 25/14, no ginásio La Salle. Essa foi a segunda vitória do time mineiro na série melhor de cinco jogos pelas quartas de final da Superliga 2016/2017 e com mais um resultado positivo garante vaga nas semifinais.

O cubano Simón abriu o placar do jogo. Alison Bastos respondeu para o time da casa. Com Isac em jogada rápida pelo meio, o Sada Cruzeiro abriu 5 a 2. O time mineiro ainda fez 6 a 2. O Lebes/Gedore/Canoas reagiu e com Alisson Melo duas vezes, primeiro no contra-ataque e depois no bloqueio, encostou em 5 a 6. No erro do adversário, o time da casa ainda chegou ao ponto de empate em 7 a 7. No bloqueio de Ialisson, o grupo gaúcho abriu 11 a 9. O Sada/Cruzeiro buscou e Simón deixou tudo igual em 11 a 11. Na sequência, foi a vez do time mineiro abrir dois de vantagem em 14 a 12. A vantagem seguiu em dois em 17 a 15. No ponto de saque de Isac, o Sada abriu 20 a 16 e Marcelo Fronckowiak pediu tempo. O time da casa buscou e, no bloqueiod e Gabriel, deixou tudo igual: 21 a 21. Marcelo Mendez parou o jogo. Em boa passagem de Felipe pelo saque, o Lebes/Gedore/Canoas ainda marcou 22 a 21. Alisson Melo fez 24 a 22. No final, melhor para o Canoas: 25 a 23.

O segundo set começou com equilíbrio (2 a 2). O Sada/Cruzeiro abriu dois de vantagem em 5 a 3. No erro do adversário, o time cruzeirense abriu 9 a 6. Fronckowiak pediu tempo. No ponto de saque de Alisson Melo, o Lebes/Gedeore/Canoas reduziu a desvantagem para 8 a 10. No saque de Giovanni, 10 a 12 para a equipe da casa. Depois de mais um grande saque do central, Composto aproveitou a má recepção do adversário e marcou 11 a 12. Marcelo Mendez pediu tempo. Ialisson bloqueou e o Canoas marcou 12 a 13. A disputa seguiu boa. Com Thomáz, o time da casa empatou em 15 a 15. Alisson Melo colocou o Canoas em vantagem (16 a 15). O Sada/Cruzeiro reagiu e abriu dois pontos de vantagem em 18 a 16. No ponto de saque de Giovanni, o Canoas encostou em 18 a 20. A partir deste momento, o time mineiro seguiu em vantagem e fechou em 25 a 18.

As equipes empataram em 2 a 2. No ponto de saque de William, o Sada/Cruzeiro fez 3 a 2. No momento em que o placar apontava 4 a 3 para o time mineiro, houve um desentendimento em relação ao rodízio do Lebes/Gedore/Canoas e a partida ficou paralisada por cerca de cinco minutos. Na sequência, o Sada/Cruzeiro voltou a abrir e colocou cinco de vantagem em 10 a 5. Neste momento, Fronckowiak pediu tempo. No ponto de saque de Simón, o time visitante fez 14 a 8. Em grande saque de Leal, o Sada/Cruzeiro marcou 18 a 10. Em uma parcial diferente das anteriores, o Sada/Cruzeiro não enfrentou dificuldades para fazer 21 a 13. O grupo comandado por Marcelo Mendez seguiu pontuando e fechou em 25 a 15.

O Lebes/Gedore/Canoas saiu melhor no começo da quarta parcial e fez 3 a 1. O Sada/Cruzeiro buscou e, contando com erros do adversário, virou o jogo para 4 a 3. Em boa passagem de William pelo saque, o time mineiro ainda marcou 5 a 3. Quando o placar foi a 8 a 4, o treinador do Canoas pediu tempo. Com Isac duas vezes seguidas, uma no ataque e outra no saque, o Sada marcou 12 a 6. Bem no bloqueio, o Lebes/Gedore/Canoas reduziu a diferença para 13/9. O grupo visitante abriu nove de vantagem em 19 a 10. O Sada/Cruzeiro seguiu com folgas no quarto set. Com Evandro chegou ao ponto do jogo (24 a 13). No último ponto, Simón fez 25 a 14.

“O Leal sempre tem muito jeito muito especial com todos e, por isso, somos uma família. Ele achou que eu fui o melhor, mas penso que todos nós fomos, pois jogamos juntos para conseguir essa vitória. E importante não baixar nunca a atenção. Hoje jogamos mais ou menos e precisamos melhorar. Agradeço ao Leal pela humildade”, comentou o cubano Simón, que recebeu o troféu de melhor em quadra.

“Não fomos nós que jogamos mal. Eles que jogaram bem. O mérito é do time deles. Erramos demasiado, coisa que não estamos acostumados, alguns erros de bolas fáceis e isso compromete. O Canoas colocou a nossa equipe em dificuldade. Depois nosso time encaixou o jogo e a partida ficou mais tranquila”, explicou o levantador William.

“Jogamos no nosso limite no primeiro set e tivemos uma oportunidade no segundo. Pecamos por inexperiência, por ansiedade, muitas vezes em querer decidir sozinho e esse esporte é o mais coletivo que existe. Estávamos extremamente motivados e demos uma demonstração de entrega. Hoje evoluímos mais um pouco, mas temos um longo caminho a seguir”, declarou o técnico Marcelo Fronckowiak.

O terceiro encontro entre as duas equipes será no próximo domingo, às 18h30min, desta vez no ginásio do Riacho, em Contagem. Em caso de nova vitória do Sada/Cruzeiro, o atual campeão da Superliga estará classificado para as semifinais, enquanto o Lebes/Gedore/Canoas precisa ganhar para forçar um quarto duelo.

Equipes:

Lebes/Gedore/Canoas: Evandro, Thomaz, Giovanni, Ialisson, Alison Bastos, Alisson Melo e Thales (líbero)
entraram: Gabriel, Felipe e Composto
técnico: Marcelo Fronckowiak

Sada/Cruzeiro: William, Evandro, Isac, Simón, Leal, Rodriguinho e Serginho (líbero)
entraram: Alan, Fernando Cachopa e Filipe
técnico: Marcelo Mendez

foto: Fernando Potrick/Gama

Nenhum comentário:

Postar um comentário