sábado, 18 de março de 2017

(Superliga) Sada/Cruzeiro vence Lebes/Gedore/Canoas e abre 1 a 0 na serie

Na abertura dos playoffs da Superliga 2016/2017, o Sada/Cruzeiro derrotou o Lebes/Gedore/Canoas por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/17 e 25/17, no ginásio do Riacho, em Contagem. Considerado o grande favorito ao título, o time celeste abriu 1 a 0 na serie melhor de cinco das quartas de final. Os dois times voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, às 19h30min, no ginásio La Salle.

O Lebes/Gedore/Canoas abriu o placar o jogo no erro do adversário. E foi também com um erro do time visitante que o Sada/Cruzeiro marcou o primeiro ponto. As equipes empataram em 3 a 3 e, com Isac, a equipe da casa fez 5 a 3. A diferença passou a ser de quatro em 9 a 5. Fronckowiak pediu tempo. O grupo de Canoas reduziu a diferença em 8 a 10. Com Rodriguinho na diagonal, o Sada marcou 16 a 13. Novamente com Rodriguinho, desta vez no saque, o time mineiro chegou a 20 a 15. Leal pontuou e o Cruzeiro fez 23 a 18. No final, vitória mineira por 25 a 20.

O Lebes/Gedore/Canoas esteve com um de vantagem em 2 a 1, mas Evandro respondeu e levou o Sada/Cruzeiro ao ponto de empate em 2 a 2. No bloqueio de Evandro, o time gaúcho fez 5 a 5. A partir deste momento, só os donos da casa pontuaram até 8 a 3 e Fronckowiak parou o jogo com pedido de tempo. Com Alisson, o Canoas marcou 7 a 10. O Sada/Cruzeiro abriu boa vantagem em 17 a 12 e o técnico do Canoas parou o jogo para orientar seus jogadores. Com Isac, depois de bom saque de Leal, o time mineiro marcou 21 a 15. O Cruzeiro seguiu bem e fechou em 25 a 17.

Embalado, o Sada/Cruzeiro saiu na frente no terceiro set e fez 4 a 1. Quando o placar foi a 6 a 2, o Lebes/Gedore/Canoas pediu tempo. No ace de Leal, a diferença no placar passou a ser de seis pontos: 10 a 4. Em jogada rápida de William com Simón, o Sada/Cruzeiro chegou a 15 a 9. Depois de uma bola bastante disputada, com grandes defesas, e 48 segundos de jogada, o Canoas pontuou e fez 10 a 15. Quando o cruzeirense chegou a 18 a 11, pedido de tempo de Fronckowiak. O Sada/Cruzeiro seguiu sem muitas dificuldades e venceu a parcial por 25 a 17.

“Jogamos muito bem hoje e tivemos um resultado muito bom em casa. Agora, na quarta-feira tem mais e temos que seguir nessa pegada até o final da Superliga. O objetivo sempre é jogar bem e temos que seguir nesse ritmo para tratar de fechar em três jogos e concentrar nas semifinais, que vão ser um pouco mais fortes”, declarou o ponteiro Leal, eleito o melhor da partida.

“O importante é jogar, tentando fazer o que a gente se programou na reunião com o Marcelo. Se a gente conseguir jogar no nosso melhor nível, nós vamos conseguir seguir para o próximo passo. Mas é um jogo de cada vez, não se iludir com um resultado de 3 a 0, como o que fizemos hoje, e pensar sempre no próximo jogo. Demos um passo, mas ainda tem muita coisa pela frente”, disse o líbero Serginho.

“Sabemos que o Sada é a equipe a ser batida. Eles têm uma sequência de títulos enorme e a qualidade do time deles é incontestável. Mas, nós deixamos a desejar. Poderíamos ter caprichado mais no passe e, proporcionando erros a uma equipe com a deles, eles vão deslanchando. Temos que jogar no nosso limite. Só assim podemos fazer um enfrentamento melhor. Temos mais dois jogos pela frente e vamos tentar buscar a vitória em um deles para prolongar essa série”, afirmou o levantador Evandro.

Equipes:

Sada/Cruzeiro:
William, Evandro, Isac, Simón, Leal, Rodriguinho e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cahopa, Alan e Filipe
técnico: Marcelo Mendez

Lebes/Gedore/Canoas:
Evandro, Alison Bastos, Giovanni, Ialisson, Gabriel, Alisson Melo e Thales (líbero)
entraram: Thomaz, Felipe, Palotti e Composto
técnico: Marcelo Fronckowiak

foto: Renato Araújo/Divulgação/Sada/Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário