sábado, 4 de março de 2017

(Superliga) Sada/Cruzeiro e Sesi-SP fazem jogão com cara de revanche

Encerrando a 9ª rodada do returno da Superliga 2016/2017, Sada/Cruzeiro e Sesi-SP se enfrentam neste sábado, às 20h30min, no ginásio do Riacho, em Contagem. Na liderança isolada, com 55 pontos, o time mineiro quer manter a invencibilidade na competição, enquanto a equipe paulistana, hoje no 2º lugar, com 46 pontos, a intenção é vencer, mais uma vez (ganhou na Copa Brasil), o adversário considerado por todos como favorito ao título. A partida terá transmissão do Sportv.

Com 19 vitórias consecutivas na Superliga, o clima é mais do que tranquilo no Sada/Cruzeiro, porém tanto elenco quanto comissão técnica querem a equipe celeste em grandes condições físicas e técnicas para quando os playoffs começarem. Entretanto, a equipe celeste perdeu para o Sesi-SP na semifinal da Copa Brasil e o resultado ficou entalado na garganta, ainda mais devido a questões ligadas a arbitragem.

“Quando nós e o Sesi-SP jogamos, é sempre um jogo muito disputado. É um grande clássico do voleibol brasileiro. As equipes se conhecem muito bem, se estudam muito, com grandes jogadores dos dois lados. Agora temos que descansar um pouco e concentrar nossa cabeça neste jogo, pois vai ser ainda mais difícil”, disse o ponteiro Leal.

“Esse é aquele jogo sempre bom de jogar. Hoje, estamos em uma situação confortável em relação a classificação. Nosso time já não tem mais condições de sair da primeira colocação, mesmo faltando três jogos para o final da fase classificatória. Vamos armar uma estratégia e aproveitar esse jogão com vários campeões olímpicos, atletas de qualidade e vamos aproveitar o jogo da melhor maneira possível, fazendo um bonito espetáculo para quem assistir”, declarou o levantador William.

As estatísticas da Superliga mostram mesmo um equilíbrio grande também entre as equipes. O Sada/Cruzeiro lidera o ranking de saque, bloqueio e levantamento, enquanto o Sesi-SP é o primeiro colocado na recepção, ataque e defesa. O time paulistano conta com vários campeões olímpicos (Bruninho, Lucão, Douglas Sousa e Serginho) e hoje, ao lado do Funvic/Taubaté, é considerado um dos poucos que pode bater a Raposa.

“Não tem mistério em dizer que eles são os favoritos mais uma vez ao título da Superliga e que estão jogando bem. Para mantermos o jogo nivelado, temos que ser agressivos no saque para dificultarmos um pouco a vida do William e, em contrapartida, segurarmos o nosso passe, pois eles têm ótimos sacadores. São as armas para vencermos um jogo contra o Sada/Cruzeiro”, afirmou o levantador Bruninho.

“Jogos entre o primeiro e o segundo colocado são sempre muito equilibrados. Sesi-SP e Cruzeiro tem feitos grandes confrontos nos últimos anos, e apesar deles terem a vantagem com maior número de vitórias, a gente tem feito partidas muito boas. Para sábado, acredito que a nossa primeira arma tem que ser o saque. Apesar de sofrermos com muitos erros nesse fundamento, até por conta da força que depositamos para desestabilizar o adversário, temos que começar acertando e neutralizar as armas de ataque do lado deles”, comentou o oposto Theo.

Equipes:

Sada/Cruzeiro:
William, Evandro, Isac, Simón, Rodriguinho, Filipe e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

Sesi-SP: Bruninho, Theo, Lucão, Riad, Douglas Souza, Alan e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

foto: Renato Araújo/Sada/Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário