quarta-feira, 29 de março de 2017

(Superliga) No Taquaral, Brasil Kirin e Montes Claros duelam na quinta-feira

A última série ainda indefinida das quartas de final da Superliga 2016/2017 terá mais um jogo nesta quinta-feira, às 21h55min, quando Brasil Kirin e Montes Claros se enfrentam no ginásio do Taquaral. Esse será o terceiro confronto da série melhor de cinco e o time de Campinas pode garantir vaga nas semifinais com mais uma vitória, já que venceu os dois primeiros duelos. A partida terá transmissão da Rede TV!

Com as vitórias de 3 sets a 1, no ginásio Tancredo Neves, e 3 sets a 0 no Taquaral, o Brasil Kirin mostrou sua força em quadra, mas todos sabem que ainda não existe nada ganho. O técnico Horacio Dileo acredita que essa é uma boa oportunidade para sua equipe demonstrar concentração e fechar logo a serie, mesmo sabendo das qualidades do adversário.

“Precisamos entrar em quadra pensando apenas em fazer nossa parte. Temos que entrar concentrados, buscando construir as oportunidades para decidirmos o duelo. Não será fácil. Do outro lado da quadra tem um time forte, que entrará com o mesmo objetivo. Por isto, é necessário estar ligado o tempo todo”, declarou o técnico Horacio Dileo.

“Começamos bem a série fazendo 2 a 0. Temos três oportunidades para vencer uma partida e seguir adiante no campeonato. Não será nada fácil. Entraremos pensando sempre ponto a ponto, set a set. É com essa seriedade que baseamos nosso trabalho. Queremos garantir esta classificação na quinta-feira, mas sabemos que teremos dificuldades e precisamos fazer por merecer”, disse o líbero Tiago Brendle. 

O Montes Claros também tem como meta o resultado positivo para levar a série para o quarto jogo, em casa. Para o técnico Marcelinho Ramos, para mudar a história desta sequência de vitórias do adversário, é preciso equilíbrio.

“Viemos jogando sempre no nosso limite, mas felizmente ainda temos tempo de reverter essa situação. A nossa equipe já mostrou que tem qualidade, consistência técnica e tática e prova disso é a campanha que fez no turno e no returno. Agora temos que eu procurar um equilíbrio entre a emoção e a razão para essa partida. Temos que saber cadenciar o jogo nos momentos em que estamos bem. Sempre conseguimos abrir pontos de diferença e depois damos esses pontos de maneira muito fácil", explicou o técnico Marcelinho Ramos.

Equipes:

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Vini, Maurício Souza, Diogo, Bruno Temponi e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Horacio Dileo

Montes Claros: Murilo Radke, Luan, Salsa, Robinho, Bob, Jonatas e Gian (líbero)
técnico: Marcelinho Ramos

foto: Cinara Piccolo/Vôlei Brasil Kirin & Washington Alves/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário