quarta-feira, 22 de março de 2017

(Superliga) Em BH, Sesi-SP derrota Minas Tênis Clube e amplia vantagem

O Sesi-SP derrotou o Minas Tênis Clube por 3 sets a 1, parciais de 29/27, 19/25, 25/21 e 25/18, na Arena, em Belo Horizonte, pelo segundo jogo das serie melhor de cinco das quartas de final da Superliga 2016/2017. Com o resultado, o time paulistano, que venceu o primeiro confronto na Vila Leopoldina, abriu 2 a 0 na serie e ficou a uma vitória de garantir um lugar nas semifinais.

O Sesi-SP começou melhor e no bloqueio de Riad abriu 3 a 1. O Minas Tênis Clube buscou e deixou tudo igual em 3 a 3. As equipes seguiram trocando pontos e empataram novamente em 7 a 7. No bloqueio simples de Felipe, o time da casa fez 8 a 7. Com ponto de saque de Bruninho, foi a vez do time paulista fazer 9 a 8. Alan conseguiu ponto direto de saque e levou o Sesi-SP a dois de vantagem: 12 a 10. Nery Tambeiro pediu tempo. No bloqueio de Flávio, o Minas empatou em 12 a 12. Em mais um bloqueio do central, a equipe da casa assumiu o comando do marcador: 14 a 13. Em um grande saque de Théo, o grupo visitante voltou a comandar o jogo em 16 a 15. Bem no bloqueio, o Minas chegou a mais um empate em 18 a 18. O equilíbrio seguiu e mais um empate em 22 a 22. Felipe fez 25 a 24 para o Minas e Pacheco pediu tempo. Na volta, Théo pontuou. No bloqueio de Théo, o time paulista fez 28 a 27. No erro do adversário, o Sesi-SP fechou em 29 a 27.

O Minas Tênis Clube começou pontuando melhor e fez 4 a 2. O Sesi-SP buscou e deixou tudo igual em 5 a 5. No bloqueio de Pétrus, a equipe da casa abriu boa vantagem em 8 a 5. Pacheco pediu tempo para conversar com seus jogadores. Na volta, Lucão pontuou. Em mais um bloqueio, o grupo mineiro marcou 11 a 6. O Minas ainda fez 14 a 9. Kaio entrou pontuando bem e o Sesi-SP reduziu a desvantagem para 13 a 16. Felipe marcou e o Minas voltou a abrir três de vantagem: 19 a 15. Na sequência, a equipe da casa passou a contar com erros do adversário e abriu 21 a 16. O Sesi-SP pediu tempo. No erro do time paulista, o Minas fechou em 25 a 19.

Mais um início equilibrado, com o empate em 5 a 5. Com Riad, o Sesi-SP abriu dois pontos em 8 a 6. No bloqueio de Flávio, o Minas encostou em 10 a 11. O time paulista voltou a abrir em 13 a 11. Com Théo pontuando bem, o Sesi-SP ainda chegou a 15 a 11, forçando Nery Tambeiro a pedir tempo. Na bola de segunda de Bruno, explorando o bloqueio adversário, o Sesi-SP chegou a 16 a 12. Com Riad, a equipe visitante marcou 21 a 17. E, no bloqueio de Bruninho, 22 a 17. O Minas reagiu, conseguiu pontuar mais, chegou a 19 a 22 e foi a vez de Marcos Pacheco parar o jogo com pedido de tempo. Na volta, Pétrus bloqueou e fez 20 a 22. No erro do time mineiro, o Sesi-SP fechou em 25 a 21.

O bloqueio de Murilo abriu 3 a 1 para o Sesi-SP logo no começo do terceiro set. O Minas buscou e deixou tudo igual em 3 a 3. Com o bloqueio funcionando melhor do que nos sets anteriores, o time de São Paulo abriu vantagem em 10 a 6. Nery Tambeiro pediu tempo. O Sesi-SP teve cinco pontos a frente em 12 a 7. Com dois pontos seguidos do Minas, o placar foi para 9 a 12. Os comandados de Marcos Pacheco voltaram a pontuar e no saque curto de Bruninho, 14 a 9. O marcador esteve a favor do Sesi-SP em 17 a 13. A diferença seguiu em quatro a favor do time paulista (20 a 16). No bloqueio de Lucão, o jogo terminou com a parcial de 25 a 18 no quarto set.

“Nós entramos em quadra, fizemos nosso papel e demos mais um passo. O de hoje foi feito e vamos comemorar, mas amanhã já começamos a pensar no domingo. Eles fizeram um jogo duro contra a gente em São Paulo e têm tudo para repetirem”, declarou o técnico Marcos Pacheco.

“Sabemos que vai ser mais um jogo muito difícil. Conseguimos vencer aqui dentro, que é difícil, e vamos levar a série para casa. Não podemos deixar a ansiedade dominar. Temos que saber que eles vão chegar forte e o nosso time tem que estar no máximo”, disse o oposto Théo, eleito o melhor em quadra.

“O Sesi-SP teve todos os méritos, fez um belo jogo e venceu jogando melhor do que o nosso time hoje. Não conseguimos repetir a boa atuação que tivemos no primeiro jogo. Tivemos alguns erros bobos, que nos custaram a partida. É difícil a nossa situação agora, mas vamos em busca. Não desistimos”, concluiu o central Flávio.

O terceiro duelo entre Sesi-SP e Minas Tênis Clube será no domingo, às 16h, no ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo. Em caso de uma vitória, o time paulista estará classificado para as semifinais, enquanto os mineiros precisam vencer para forçar um quarto confronto.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Thiago Gelinski, Felipe Roque, Flávio, Pétrus, Tiago Mão, Bisset e Rogerinho (líbero)
entraram: Thiago Vanole, Carísio, Abouba, Willian
técnico: Nery Tambeiro

Sesi-SP: Bruninho, Théo, Lucão, Riad, Alan, Murilo e Serginho (líbero)
entraram: Rafa, Leitzke, Kaio e Douglas Pureza
técnico: Marcos Pacheco

foto: Orlando Bento/MTC

Nenhum comentário:

Postar um comentário