domingo, 12 de março de 2017

(Superliga) Com bom público, Copel Telecom/Maringá bate Montes Claros

Pela última rodada da fase classificatória da Superliga 2016/2017, o Copel Telecom/Maringá venceu o Montes Claros por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 25/12, 21/25 e 25/21, para mais de 3.440 pessoas que estiveram no ginásio Chico Neto. O resultado não mudou a situação do time paranaense, que terminou em 10º lugar, com 19 pontos, enquanto a equipe mineira ficou na 5ª colocação, com 37 pontos.

Pensando em encerrar sua participação nesta edição com vitória, o Copel Telecom/Maringá foi para cima desde o início da partida. Com o levantador Ricardinho comandando o ataque, os donos da casa foram abrindo vantagem e conseguindo segurar a pressão do Montes Claros, vencendo o primeiro set por 25 a 22. Na segunda parcial, os paranaenses aproveitaram os vários erros cometidos pelo adversário e fizeram incríveis 25 a 12. 

No terceiro set, o Montes Claros acordou e mostrou porque é uma das grandes surpresas desta edição da Superliga. Mesmo com um time misto em quadra, os mineiros disputaram ponto a ponto e venceram por 21 a 25. Na quarta parcial, o Copel Telecom/Maringá contou com a experiência de Ricardinho e, principalmente, do ponteiro Renato Hermely, maior pontuador do jogo com 13 acertos, que ajudou a equipe paranaense a vencer por 25 a 21.

“Foi uma temporada difícil, que não conseguimos todas as vitórias esperadas e isso faz com que a confiança dos atletas diminua. Além disso, sofremos muito com algumas lesões principalmente no primeiro turno. Lutamos muito até o fim e apesar da decepção por não conseguirmos a classificação entre os oito primeiros colocados, estou feliz por nos mantermos na elite do voleibol brasileiro na próxima temporada que pra mim é o principal campeonato de vôlei do mundo”, disse o capitão e levantador Ricardinho.

“Hoje já estava praticamente tudo definido, então jogamos soltos e se tivéssemos tido um aproveitamento até um pouco menor do que tivemos na partida de hoje, estaríamos classificados. Tivemos uma disciplina tática e uma qualidade técnica acima da média da competição nessa partida. Com certeza não conseguimos desempenhar esse mesmo papel em todos os jogos pelo abalo psicológico da equipe após as derrotas, principalmente por que a tabela foi difícil enfrentando as quatro equipes mais fortes do voleibol nacional nas primeiras rodadas”, explicou o treinador Renato Lúcio.

A CBV ainda não confirmou datas e horários das quartas de final. O Montes Claros (5º colocado) enfrentará o Brasil Kirin (4º colocado), sendo que o time de Campinas tem a vantagem de decidir o confronto em seus domínios.

Equipes:

Copel Telecom/Maringá: Renato Hermely, Marcílio, Mudo, Ualas, Ricardinho, Sérgio e Felipe (líbero)
entraram: Rafael, Guilherme Gentil, Secco, Aureliano, Elder, Michael e Pedro
técnico: Renato Soares

Montes Claros:
Wanderson, Índio, Jonatas, Alê, Rafael, Dianini e Gian (líbero)
entraram: Luan, Murilo Radke, Kachel, Bob e Reffatti
técnico: Marcelinho Ramos

foto: Rodrigo Araujo/Copel Telecom/Maringá

Nenhum comentário:

Postar um comentário