sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

(Superliga) Sesi-SP passa pelo Brasil Kirin e recupera vice-liderança

Jogando no ginásio da Vila Leopoldina, o Sesi-SP venceu o Brasil Kirin por 3 sets a 1, parciais de 31/29, 17/25, 25/21 e 25/16, pela 8ª rodada do returno da Superliga 2016/2017. Com o resultado, a equipe paulistana chegou aos 46 pontos e reassumiu a vice-liderança, enquanto o time de Campinas parou nos 40 pontos e segue na 4ª colocação da tabela.

O primeiro set foi de tirar o fôlego e muito equilibrado. Concentrado, o Brasil Kirin errou menos e esteve no comando do placar durante toda a parcial. Com bom aproveitamento no ataque, os donos da casa conseguiram equilibrar as ações e os dois times trocaram pontos até o final. Em momento decisivo, Bruno Temponi conseguiu belo ace na paralela (23 a 23), obrigando o adversário a pedir tempo. Depois, foi a vez de Maurício Souza anotar ponto de saque e complicar o adversário. Mesmo com o bom desempenho no serviço, os visitantes desperdiçaram grandes chances em contra-ataque e o Sesi-SP levou a parcial: 31 a 29.

Com grande inicio do central Vini, o Brasil Kirin foi para cima no segundo set. O camisa 11 anotou dois pontos seguidos de bloqueio em cima de Douglas Souza, abrindo larga vantagem para os campineiros (5 a 9) e obrigou o adversário a pedir tempo. O central não estava disposto a diminuir o ritmo e também fez estrago no saque. Além de marcar dois aces, ele complicou a recepção adversária e ajudou Maurício Souza ampliar a frente em bloqueios (7 a 14). Os campineiros não deixaram o ritmo cair e fecharam a parcial em jogada rápida pelo meio: 17 a 25.

No terceiro set, o Brasil Kirin voltou novamente com bom desempenho. Rodriguinho apostou nas bolas de velocidade pelo meio com Vini e Maurício Souza. O camisa 17, aliás, anotou ponto de saque e deixou os campineiros em vantagem (9 a 11). Após grande rally, Bruno Temponi acertou diagonal curta e obrigou o adversário a pedir tempo (10 a 13). A paralisação fez bem aos donos da casa, que conseguiram empatar (16 a 16). O equilíbrio se manteve até o final com boas disputas de bola e ataques precisos dos dois lados. O Sesi-SP, com destaque para Douglas Souza e Theo, tiveram mais tranquilidade e venceram por 25 a 21.

Mesmo conseguindo um belo bloqueio logo no início com Maurício Souza, o Brasil Kirin não conseguiu encaixar seu jogo no quarto set. Com direito a ace de Fábio e Lucão forte no bloqueio, os comandados do técnico Marcos Pacheco abriram boa vantagem e ditaram o ritmo da parcial. No final, 25 a 16 para o Sesi-SP.

“Sabíamos que não seria uma partida fácil, tem o histórico de confronto entre as equipes e valia mudança na tabela, mas conseguimos organizar nosso time em quadra e conquistamos uma vitória importante dentro de casa”, disse o oposto Théo.

As duas equipes voltarão à quadra no dia 4 de março. O Sesi-SP encara o invicto Sada/Cruzeiro, às 20h30min, no ginásio do Riacho, em Contagem. Já o Brasil Kirin pega o Funvic/Taubaté, às 18h, no ginásio Taquaral, em Campinas.

Equipes:

Sesi-SP: Bruninho, Theo, Lucão, Riad, Douglas Souza, Alan e Serginho (líbero)
entraram: Pureza, Rafa, Leitzke, Fábio e Aracaju
técnico: Marcos Pacheco

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Vini, Mauricio Souza, Diogo, Temponi e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Jotinha e Gregore
técnico: Horacio Dileo

foto: Karen Griz/Divulgação Sesi-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário