quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

(Superliga) Minas Tênis Clube supera Brasil Kirin dentro do Taquaral

Em um jogo extremante equilibrado, o Minas Tênis Clube venceu o Brasil Kirin por 3 sets a 2, parciais de 24/26, 25/23, 23/25, 25/22 e 10/15, no ginásio do Taquaral, pela 5ª rodada do returno da Superliga 2016/2017. Com o resultado, o time de Belo Horizonte chegou aos 22 pontos e segue na 7ª posição, enquanto a equipe de Campinas está no 4º lugar, com 35 pontos.

O Vôlei Brasil Kirin começou a partida caprichando no saque. Maurício Souza e Diogo anotaram aces logo no início e colocaram o time campineiro em vantagem (9 a 6). Os mineiros, no entanto, tiveram paciência e conseguiram equilibrar a parcial. O duelo ganhou emoção com a igualdade, principalmente pelo bom desempenho dos dois ataques. No momento decisivo, porém, os visitantes erraram menos e saíram na frente: 24 a 26. 

No segundo set, o panorama da partida não mudou. Brasil Kirin seguiu apostando no saque para tentar largar na frente. Rivaldo e o jovem Pedro soltaram o braço no serviço e abriram caminho para os campineiros com aces. Novamente, os visitantes conseguiram igualar o duelo e Rodriguinho mesclou força e jeito para botar entre os passadores para anotar ace, em momento decisivo: 21 a 19. Logo em seguida, Maurício Souza fechou a porta pela entrada de rede e os paulistas caminharam a vitória por 25 a 23. 

Com os ataques em noite inspirada, o terceiro set seguiu disputado ponto a ponto. Rivaldo era destaque pelo lado do Brasil Kirin, enquanto o Minas Tênis Clube tinha no central Flávio e no oposto Felipe suas referências ofensivas. Quando Vini foi responsável por encaixar três bloqueios seguidos, os paulistas tinham 15 a 13 no placar, porém na sequência os visitantes foram para cima e no detalhe, após muita disputa, fecharam em 25 a 23.

Contando com o apoio do torcedor, o Brasil Kirin foi para cima no quarto set e o que se viu foram vários rallys e trocas de liderança no placar. Quando tudo estava igual (13 a 13, a defesa apareceu e o Brasil Kirin conseguiu abrir vantagem, aproveitando contra-ataques com Diogo e Rivaldo (15 a 13). A diferença aumentou após virada de bola de Maurício Souza pelo meio (17 a 14). O jogo seguiu tenso, com os mineiros precisos na virada de bola. Os donos da casa, porém, se mantiveram firmes e venceram por 25 a 22. 

No tie-break, só se podia imaginar mais equilíbrio e foi isso que se viu. Em determinado momento, o Minas Tênis Clube contou com a sorte ao anotar dois aces após a bola morrer na fita e essa vantagem foi fundamental para os visitantes administrarem e vencerem o duelo por 10 a 15. 

“Foi um grande jogo, bastante disputado, com grandes rallys, mas infelizmente o Minas saiu com a vitória. É do esporte. Oscilamos durante a partida, não fomos bem em alguns fundamentos, outra nos saímos melhor. Agora é levantar a cabeça o mais rápido possível e começar a pensar em Bento. A Superliga é assim ”, comentou o oposto Rivaldo, autor de 23 pontos no duelo. 

As equipes voltam a quadra neste sábado. O Minas Tênis Clube faz o clássico diante do Sada/Cruzeiro, às 14h10min, na Arena, em Belo Horizonte, enquanto o Brasil Kirin pega o Bento Vôlei/Isabela, às 20h, no ginásio municipal de Bento Gonçalves.

Equipes:

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Ygor Ceará, Diogo, Maurício Souza, Vini e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Matheus, Baiano, Jotinha e Pedro
técnico: Horacio Dileo

Minas Tênis Clube: Thiago Gelinsk, Felipe Roque, Bisset, Mão, Petrus, Flávio e Rogerinho (líbero)
entraram: Eduardo Carisio, Willian, Vanole e Abouba
técnico: Nery Tambeiro

foto: Cinara Piccolo/Vôlei Brasil Kirin

Nenhum comentário:

Postar um comentário