domingo, 19 de fevereiro de 2017

(Superliga) Lebes/Gedore/Canoas vence Caramuru/Castro e segue no G-8

O Lebes/Gedore/Canoas derrotou o Caramuru/Castro por 3 sets a 0, parciais de 21/25, 18/25 e 22/25, no ginásio Padre José Pagnacco, pela 7ª rodada do returno da Superliga 2016/2017. Com o resultado, a equipe gaúcha chegou aos 22 pontos e se manteve na 8ª posição, ou seja, dentro da zona de classificação para os playoffs, enquanto o time paranaense continua com cinco pontos, ocupando a lanterna.

O primeiro set iniciou com o Lebes/Gedore/Canoas (bastante modificada em relação as últimas rodadas) impondo seu jogo, com muita força no saque e aproveitando os contra-ataques: 3 a 7. O Caramuru/Castro tentava reagir, mas o bloqueio do time gaúcho fazia a diferença, tanto que o placar já apresentava 9 a 14. Na reta final, os donos da casa encostaram no placar, com destaque para o ponteiro Edy Ney: 18 a 21, porém os comandados de Marcelo Fronckowiak tiveram tranquilidade para fechar em 21 a 25, após ataque de Ialisson.

No segundo set, o Caramuru/Castro entrou mais atento e equilibrando as ações: 4 a 4. O levantador Felipe Hernandez apostava muito no oposto Alison Bastos (maior pontuador da partida com 26 acertos) o que acabou dando certo: 9 a 13. Com bom volume de jogo e com um bloqueio afiado, o Lebes/Gedore/Canoas seguiu abrindo vantagem: 16 a 21. Na reta final, o time gaúcho foi administrando o placar até a bola para fora do ponteiro Cris: 18 a 25.

Desde o início do terceiro set, o que se viu foi o Lebes/Gedore/Canoas não diminuindo a intensidade, porém o Caramuru/Castro resolveu jogar mais solto e incomodou bastante os visitantes. O ponteiro Cristiano continuava bem no ataque, sendo o principal jogador dos donos da casa, porém do outro lado estava o oposto Alison Batos, em grande momento: 14 a 18. Na retal final, os gaúchos controlaram as investidas do adversário e fecharam o duelo em 22 a 25.

“Foi o nosso pior jogo. Tentei todas as trocas. Foi uma noite infeliz. Meninos apáticos. Faltou garra em um jogo que a gente deveria ganhar de 3 a 0, 3 a 1. Não posso nem falar da parte técnica porque ela não existiu (...) Existe chances remotas de classificar, ainda pelos nossos próprios resultados. Temos quatro jogos, estamos sete pontos atrás de Maringá e São Bernardo. Matematicamente, ainda temos chances, mas temos de torcer pelo fracasso dessas equipes, torcer para elas não pontuarem mais”, comentou o técnico Fábio Sampaio.

As duas equipes voltam a quadra na próxima quarta-feira. O Lebes/Gedore/Canoas pega o Copel Telecom/Maringá, às 20h, no ginásio La Salle, enquanto o Caramuru/Castro enfrenta o Minas Tênis Clube, no mesmo horário, na Arena, em Belo Horizonte.

Equipes:


Caramuru/Castro: Gustavo, Diego, Edy Ney, Robinho, Thales, Peron e Mendel (líbero)
entraram: Cris, Caio, Maycon, Sibá e Edgar
técnico: Fábio Sampaio

Lebes/Gedore/Canoas: Felipe Hernandez, Alison Bastos, Ialisson, Giovanni, Composto, Alisson Melo e Thales (líbero)
entraram: Alemão e Evandro
técnico: Marcelo Fronckowiak

foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário