sábado, 11 de fevereiro de 2017

(Superliga B) Clássico carioca entre Sesc-RJ e Botafogo agita a Hebraica

Na abertura da 6ª rodada da Superliga B, o Sesc-RJ enfrenta o Botafogo, neste sábado, às 19h, no ginásio da Hebraica. Na liderança, com 12 pontos, o time de Giovane Gavio quer manter a invencibilidade e confirmar a boa fase, enquanto o Alvinegro de General Severiano busca a vitória para subir na tabela, já que hoje está no 4º lugar, com sete pontos ganhos.

Depois de folgar na rodada passada, o Sesc-RJ quer retomar o embalo e seguir de maneira invicta na competição. O técnico Giovane Gávio aproveitou a ausência no fim de semana passado na competição para fazer atividades fora da rotina, o que, para o treinador, foram bastante positivas. Além disso, deu tempo para a equipe estudar ainda mais os adversários.

“A folga da semana passada foi boa para trabalharmos de forma diferente. Fizemos um treinamento técnico na areia, aprimoramos o condicionamento físico e serviu também para aproveitarmos um cenário diferente. Agora nos preparamos para jogar este clássico, que tem toda essa carga emocional da rivalidade. Vamos em busca da vitória, trabalhamos a semana com este foco. O fato de jogar uma vez por semana nos possibilita treinar especificamente com foco no próximo adversário. Espero que consigamos colocar em prática o que preparamos nestes últimos dias", contou Giovane Gavio.

Pelo lado do Botafogo, a derrota na rodada passada para o Clube Jaó/Universo, no Rio de Janeiro, não estava nos planos, e restando três partidas para o encerramento da primeira fase, o objetivo é pelo menos ficar entre os quatro primeiros para ter vantagem nas quartas de final. O técnico Mauro Lima sabe da dificuldade de enfrentar o Sesc-RJ, mas não aponta favorito.

“Nós conhecemos bem o time deles. Já jogamos cinco vezes. Nós somos o único time que conseguiu vencer um set deles em partidas oficiais. O SESC-RJ, sem dúvida, é a equipe mais bem estruturada da competição. Nós estamos fazendo uma campanha irregular até aqui, e esta partida é crucial. Teremos que arriscar, ir para cima e jogar o nosso melhor. Não podemos entrar sem arriscar o ataque, o saque, os levantamentos. Precisamos tentar a vitória”, disse o técnico Mauro Lima.

“Nossa semana de treinamento está gostosa e descontraída apesar da derrota no último jogo, nosso time está leve. Nossa equipe tem que entrar pesado no saque e não deixar que eles joguem com o passe na mão o tempo todo. Vamos sacar forte para quebrar o passe deles e sair com essa vitória”, disse o central Danilão.

foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário