quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Perto de feito inédito, JF Vôlei tem jeito de Sada/Cruzeiro, mas alma própria

Na 6ª colocação da Superliga 2016/2017, o JF Vôlei aparece como a grande surpresa desta edição da principal competição do país. No início da temporada, o time de Juiz de Fora fechou uma parceria com o Sada/Cruzeiro, que cedeu oito jogadores, além do técnico Henrique Furtado. Com grande possibilidade de ingressar nos playoffs, a equipe da Zona da Mata está subindo um degrau no caminho que começou em 2008.

“A vitória sobre o Canoas nos garante, quase matematicamente na próxima edição, o que era o primeiro objetivo nosso e da parceria com o Sada. A gente conversou falando que não podíamos ser rebaixado esse ano, então significa muito essa conquista faltando cinco rodadas para o final (...) Agora vamos com tudo para cima do Minas Tênis Clube em busca dessa inédita vaga nos playoffs”, declarou Maurício Bara, principal idealizador do projeto, após o duelo contra o Lebes/Gedore/Canoas, no ginásio La Salle.

Desde a criação do Vôlei UFJF, Maurício Bara foi treinador, coordenador, auxiliar-técnico, captador de patrocínios e dirigente. Seu esforço é algo que chama a atenção e suas idéias casaram com o pensamento do técnico Henrique Furtado, que coloca em quadra um estilo que vem do seu período no Sada/Cruzeiro, mas com certa ‘alma’ do JF Vôlei.

“Cada jogador tem sua potencialidade, tem um papel importante na equipe, com um cuidando mais da recepção, outro que tem que assumir a responsabilidade no ataque, mas de um modo geral, a gente divide essa responsabilidade. É um grupo jovem sim, com algumas peças que nos ajudam muito e nos acalmam e nos guiam na hora que se precisa da experiência. Estamos sabendo sair de uma derrota e erguer a cabeça e sair de uma vitória e não esquecer de colocar o pé no chão. Temos grandes desafios pela frente e vemos por onde seguir melhorando”, declarou o técnico Henrique Furtado.

No próximo sábado, às 18h, o JF Vôlei recebe o Minas Tênis Clube, no ginásio da UFJF. A partida é considerada pelos dois times como uma ‘final’, pois se trata de um confronto direto, pois a equipe de Belo Horizonte aparece na 7ª posição, com 22 pontos. 

foto: Vitor Bara/JF Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário