segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Na lanterna da Superliga 2016/2017, Fabio Sampaio projeta Taça Ouro

Com cinco pontos e ocupando a lanterna da Superliga 2016/2017, o Caramuru/Castro está bem perto de ser rebaixamento. O técnico Fabio Sampaio acredita que a primeira vez da equipe paranaense na elite nacional foi um aprendizado e mesmo não tendo caído matematicamente projeta a Taça Ouro, espécie de seletiva que a Confederação Brasileira de Vôlei promoverá entre julho e agosto.

“Existe interesse em algumas peças e interesse de atletas em ficar. Temos que sentar e conversar. Saber quem vale a pena, quem se identifica com o clube”, declarou o técnico Fabio Sampaio, após a derrota para o Lebes/Gedore/Canoas, no último sábado, no ginásio Padre José Pagnacco.

Mesmo sem uma definição de data para a Taça Ouro, o certo é que todo o elenco do Caramuru/Castro será dispensado dia 18 de março e, a partir disso, se começa a reformular a equipe para a seletiva, pensando na Superliga 2017/2018 ou na próxima edição da Superliga B. Existe ainda a possibilidade da cidade paranaense ser sede da seletiva.

“Já estamos captando recursos para montar equipe com chances de subir para a Série A novamente; pensando em atletas mais experientes. Vamos sentar, rever conceitos e ver a necessidade de mexer também na comissão técnica, o que acertou, o que errou, mas isso tem que ser analisado com um pouco mais de cautela”, acrescentou o comandante do Caramuru/Castro.

foto: Gustavo Oliveira/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário