quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Bruno Godoy faz história no Chipre e quebra tabu de 27 anos

Imagine entrar em quadra carregando nas costas um registro negativo de três décadas sem vencer seu maior rival. Este foi o cenário da partida entre o Apoel, equipe do ponteiro brasileiro Bruno Godoy, e do Omonia. Rivais históricos, as equipes se enfrentaram pela Opap Championship, a Liga do Chipre, na última segunda-feira, em rodada atrasada. O Apoel enfim voltou a vencer e quebrou um tabu de 27 anos.

“Foi incrível, uma sensação indescritível quando fizemos o último ponto. A torcida estava enlouquecida no ginásio, vibrando e querendo demais essa vitória histórica. Na Copa, perdemos as duas partidas para eles, ali senti o peso da rivalidade. Mas não sabia que era um tabu tão longo”, destacou Bruno Godoy.

A partida começou nervosa, com ambas as equipes errando muito. Quem aproveitou foi o Omonia, que venceu o primeiro set. A partir daí a torcida empurrou, o jogo virou e tomou outro rumo. Determinado, o Apoel virou a partida com autoridade. Melhor em quadra, Bruno Godoy fez 23 pontos e ajudou sua equipe a fazer história.

“Nunca tinha visto uma rivalidade como esta. Os torcedores não podem nem ver alguém de roupa verde (cor do rival Omonia) que já viram inimigos. Quando perdemos o primeiro set, eu sabia que precisaríamos mudar a atitude. Chamei o jogo e graças a Deus deu tudo certo. Estamos crescendo a cada partida e essa boa fase tem tudo pra continuar”, vibrou o ponteiro brasileiro.

Além de vencer seu grande rival, a disputa era confronto direto. Com a vitória (a terceira seguida), o Apoel encostou no próprio Omonia, alcançando a 3ª colocação na tabela da Opap Championship. Na próxima rodada, mais um confronto direto. A equipe de Bruno Godoy enfrenta Salamina, equipe que se encontra uma posição abaixo na classificação.

foto: Apoel/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário