domingo, 8 de janeiro de 2017

(Superliga) No talento de Composto, Lebes/Gedore/Canoas bate Montes Claros

No grande jogo da 1ª rodada do returno da Superliga 2016/2017, o Lebes/Gedore/Canoas derrotou o Montes Claros por 3 sets a 2, parciais de 20/25, 25/23, 15/25, 25/18 e 15/10, no ginásio La Salle. Com o resultado, o time gaúcho chegou aos 17 pontos e assumiu a 6ª posição, enquanto a equipe mineira acabou caindo para o 5º lugar, com 25 pontos.

O Lebes/Gedore/Canoas abriu o placar e fez 2 a 0. O Montes Claros buscou e deixou tudo igual em 4/4. Mais um empate e muito equilíbrio em 7/7. No erro do adversário, o time mineiro abriu dois no placar (10 a 8). No ace de Gabriel, a equipe de Canoas chegou ao ponto de empate em 11 a 11. Na sequência foi a vez do Lebes/Gedore/Canoas abrir dois de diferença em 16 a 14. Neste momento, Marcelinho Ramos pediu tempo. O Montes Claros chegou ao empate em 16 a 16 e foi a vez de Fronckowiak parar o jogo. Sem nenhum dos dois times conseguir abrir no marcador, o Canoas empatou em 19 a 19 no bloqueio de Giovanni. Já na reta final, o time mineiro abriu vantagem em 22 a 19. No final, melhor para o Montes Claros, que fechou no ponto de bloqueio de Bob: 25 a 20.

Embalado pelo resultado no set anterior, o Montes Claros Vôlei abriu 4 a 0 forçando o técnico Marcelo Fronckowiak a pedir tempo. Na volta, Giovanni marcou o primeiro ponto do Lebes/Gedore/Canoas. A equipe gaúcha, então, reagiu e, em boa passagem de Gabriel pelo saque, empatou em 4 a 4. Com Jonatas, o Montes Claros abriu dois (7 a 5). Com ponto de saque de Ialisson, os donos da casa deixaram tudo igual em 8 a 8. O ace de Bob marcou 13 a 12 para o time visitante. Com um ponto de vantagem para o adversário (19 a 18), o Montes Claros pediu tempo. A reta final de set foi bastante equilibrada, terminando melhor para o Canoas por 25 a 23.

O Montes Claros Vôlei entrou com ritmo forte no terceiro set e, no bloqueio de Luan, abriu 3 a 0. Com o Jonatas pelo meio fundo, o time mineiro chegou a 7 a 3 e o técnico Fronckowiak pediu tempo. A vantagem continuou a favor dos visitantes em 11 a 6. Com dois pontos de saque seguidos de Murilo Radke, o Montes Claros abriu 14 a 7. A vantagem passou a ser de sete pontos a favor da equipe mineira em 17 a 10. Com tranquilidade, o grupo de Marcelinho Ramos seguiu bem e fez 21 a 13. E, no final, fechou em 25 a 15.

No quarto set, Composto iniciou no lugar de Gabriel e o jovem ponteiro não decepcionou, ajudando a equipe da casa com saques potentes, bloqueios importantes e ataques seguros. Na bola de segunda de Evandro, o Lebes/Gedore/Canos colocou dois de vantagem em 9 a 7. O time gaúcho ainda chegou a 11 a 8 e Marcelinho Ramos parou o jogo para conversar com seus comandados. Com Rodrigo na saída de rede, o Lebes/Gedore/Canoas fez 16 a 11. Composto pontuou para o time da casa e fez 18 a 15. No ponto de saque de Ialisson, a equipe gaúcha chegou a 23 a 17 e na sequência fechou em 25 a 18.

O time da casa voltou empolgado para o tie-break e, no ace de Composto, abriu 4 a 1. Neste momento, Marcelinho Ramos pediu tempo. Na virada de quadra, a equipe de Canoas tinha boa vantagem de 8 a 3. No bloqueio de Composto, mais um ponto para os gaúchos: 10 a 4. O Montes Claros demonstrou grande poder de reação e diminuiu a desvantagem para 11 a 8. Mas, o Lebes/Gedore/Canoas seguiu bem e venceu, após ataque de Composto, por 15 a 10.

“Foi uma grande vitória, contra uma excelente equipe, que nos impôs dificuldades toda a partida. Hoje posso dizer que foi a vitória da superação. Perdemos o Thomaz nessa semana (o oposto lesionou a mão esquerda), saímos atrás no placar e tivemos a participação de todo o grupo, com o Composto saindo do banco e sendo um dos responsáveis pela reação. Fico muito feliz por termos mantido a pegada do final do turno”, disse o técnico Marcelo Fronckowiak.

No próximo sábado, às 14h10min, o Lebes/Gedore/Canoas recebe o Sesi-SP, no ginásio La Salle. No mesmo dia, às 17h, o Montes Claros pega o Minas Tênis Clube, na Arena, em Belo Horizonte.

Equipes:

Lebes/Gedore/Canoas: Evandro, Rodrigo, Giovanni, Ialisson, Gabriel, Alisson Melo e Thales (líbero)
entraram: Composto, Alisson e Felipe Hernandez
técnico: Marcelo Fronckowiak

Montes Claros: Murilo Radke, Luan, Salsa, Robinho, Bob, Jonatas e Gian (líbero)
entraram: Alê, Índio, Vanderson e Cleber Mineiro
técnico: Marcelinho Ramos

foto: Fernando Potrick/Gama

Nenhum comentário:

Postar um comentário