quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

(Copa Banco do Brasil) Sada/Cruzeiro e Sesi-SP lutam por um lugar na decisão

No segundo jogo das semifinais da Copa Banco do Brasil, o Sada/Cruzeiro, atual bicampeão, enfrenta o Sesi-SP, nesta quinta-feira, às 21h30min, no ginásio do Taquaral, em Campinas. O clássico nacional reedita a semifinal do ano passado e a final de 2014, além de terem feito uma das partidas mais disputadas do primeiro turno da Superliga 2016/2017. O duelo terá transmissão do Sportv e TV Brasil.

Na vice-liderança da Superliga 2016/2017, o Sesi-SP busca mais um título nesta temporada, já que venceu a Copa SP. Para o técnico Marcos Pacheco, independente do histórico, a equipe paulistana chega em Campinas com apenas um objetivo, seguir no campeonato para brigar pelo título inédito. Com um time que tem Bruninho, Lucão, Serginho, Murilo e Douglas Souza não se pode pensar menos que isso.

“Fizemos um jogo muito bom em Canoas no sábado, que mesmo sendo em outra competição, nos serviu muito como uma preparação para o confronto de amanhã. A equipe do Sada é muito forte, vencedora e manteve uma coisa muito importante para continuidade de um trabalho, a sua base. Nós temos um bom histórico de jogos, com partidas bem equilibradas e acredito que mais uma vez podemos brigar de igual para igual. Penso que cada jogo tem uma história, cada campeonato segue de um jeito e nós queremos nesta quinta-feira escrever uma nova história nesta competição”, explicou o treinador Marcos Pacheco.

“Todos sabem que o Sada/Cruzeiro tem uma super equipe, que lidera a Superliga e aqui na Copa Banco do Brasil não vai ser diferente. Mas, nosso time também está preparado e vai fazer de tudo para buscar essa vitória e a vaga na final”, afirmou o líbero bicampeão olímpico, Serginho.

Invicto na Superliga 2016/2017, o Sada/Cruzeiro chega para a competição como grande favorito. O técnico Marcelo Mendez tem o time nas mãos, porém encarar o Sesi-SP será mais um desafio, já que no neste ano as duas equipes se enfrentaram e o time celeste venceu no tie-break. O ponteiro Rodriguinho, que vinha sentindo dores no joelho está recuperado, e fica à disposição, deixando a equipe completa para o duelo.

“Este é um mata-mata que pode nos levar direto para a final, para a disputa de uma Copa muito importante para a gente. Nesta competição, em teoria, estão os quatro melhores times do Brasil, então serão partidas de alto nível, com uma motivação a mais. Mas o nosso time está acostumado com decisões e é uma equipe que sempre quer vencer, se motiva sozinha”, contou o técnico Marcelo Mendez.

“Eu estou bem, 100% recuperado. Fiquei alguns dias sem treinar com bola, mas esta semana já voltei bem, sem sentir dor, e estou totalmente à disposição do Marcelo, preparado para o que ele precisar. Vamos encarar um time muito forte. No último jogo contra eles, sofremos um pouco no passe porque eles têm um saque muito agressivo e acho que essa é a principal arma deles. São detalhes que, em jogo de alto nível, são decisivos e é nisso que temos que focar para conseguir vencer e chegar à decisão”, disse o ponteiro Rodriguinho.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Evandro, Isac, Simón, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

Sesi-SP: Bruninho, Theo, Lucão, Riad, Murilo, Douglas Souza e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

foto: Renato Araujo/Sada Cruzeiro & Everton Amaro/Sesi-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário