sábado, 3 de dezembro de 2016

Uberlândia/Gabarito faz parceria com o Minas Tênis Clube para a Superliga B

Considerado um dos principais times universitários do Brasil, o Uberlândia/Gabarito estará na disputa da Superliga B, que começa no dia 7 de janeiro e garante ao campeão uma vaga na elite nacional na temporada 2017/2018. Para tornar viável sua participação, a equipe comandada por Manoel Honorato fechou uma parceria com o Minas Tênis Clube e fará seus jogos em Belo Horizonte, nos ginásios do Minas Náutico e do Clube dos Oficiais da Polícia Militar (COPM).

“Por causa da crise econômica que vivemos, os patrocinadores perceberam que não conseguiriam manter o Uberlândia Gabarito na Superliga B, mesmo com passagens custeadas pela Confederação Brasileira de Vôlei. Mas o reconhecimento do trabalho da Academia de Vôlei veio com o gesto do Minas, que nos procurou para ceder os atletas e, inclusive, usar o uniforme do Uberlândia Gabarito durante a Superliga B do ano que vem”, afirmou Manoel Honorato, em entrevista ao jornal Correio de Uberlândia.

Em meio às obras de construção de sua sede e ginásio previstas também para o início do próximo ano, a indisponibilidade financeira prejudicaria a presença do time mineiro na competição. De acordo com o supervisor do Minas Tênis Clube, Cebola, ficou acertado que o tradicional time de Belo Horizonte representará a equipe do interior, utilizando nome e uniforme do Uberlândia/Gabarito, mas contando apenas com atletas do Sub-21 do Minas, assim como a comissão técnica. 

“Eles estão achando ótimo. Todos eles poderão jogar uma competição dessa qualidade que tem a Superliga B. Estão muito motivados. Em um período que, a grosso modo, seria de férias deles, irão se sacrificar, tirar esse descanso só no final da Superliga B. Estão treinando pra isso”, comenta Cebola, em entrevista ao jornal O Tempo.

Alguns jogadores como o líbero Maique e os ponteiros Erick e Davy estarão no Uberlândia/Gabarito na Superliga B. A estreia da equipe mineira será no dia 7 de janeiro, às 18h, contra o Sesc-RJ, no ginásio da Hebraica, no Rio de Janeiro.

foto: Uberlândia/Gabarito/Divulgação

Um comentário:

  1. Me desculpe a franqueza,mas se não tem estrutura pra que disputar com jogadores de outros clubes? Francamente não faz sentido.

    ResponderExcluir