sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

(Superliga) Por três pontos, Minas Tênis Clube encara o Copel Telecom/Maringá

Neste sábado, às 17h, o Minas Tênis Clube enfrenta o Copel Telecom/Maringá, na Arena, em Belo Horizonte, pela 9ª rodada da Superliga 2016/2017. Na 8ª posição, com sete pontos, a equipe mineira quer vencer para se firmar na zona de classificação para os playoffs, enquanto o time paranaense, que está no 11º lugar, com quatro pontos, busca mudar sua situação na competição.

Depois de uma serie de negativa de quatro jogos, o Minas Tênis Clube voltou a vencer na rodada passada, ao bater o Caramuru/Castro no tie-break. Mesmo com a vitória, o técnico Nery Tambeiro viu algumas falhas na equipe, principalmente de concentração, já que o time venceu os dois primeiros sets e deixou os paranaenses empatarem e quase vencerem o duelo, já que o sete decisivo acabou 16/18.

“No último jogo, começamos bem, mas depois deixamos o ritmo cair, e o time deles cresceu. No fim, conseguimos reagir e reverter a situação adversa, mas temos que ser mais regulares durante todo o jogo. É uma partida importante amanhã. Se a gente conseguir manter o mesmo nível, principalmente com o nível de exigência em que treinamos, vai facilitar para tentarmos a vitória”, disse o central Daniel Mascarenhas.

No Copel Telecom/Maringá, a campanha de uma vitória e sete derrotas (aproveitamento de 36,36%) custou o cargo do técnico Sidney Luciano Papke, o Nutti e o auxiliar Otávio Ricardo Ferrigno. A decisão foi tomada na última quinta-feira, após reunião entre a diretoria e por isso, o auxiliar técnico Renato Lúcio Soares assume interinamente o comando da equipe nos próximos jogos.

“Entendemos que seja o momento mais adequado para essa mudança e, a partir de agora, iremos traçar novos rumos para a equipe na Superliga pensando sempre na classificação para a próxima fase”, explicou o diretor do Copel Telecom/Maringá, Junior Panza.

“Não conseguimos repetir nos últimos jogos as boas apresentações das quatro primeiras rodadas da Superliga e isso afetou muito o psicológico dos atletas. A diretoria tem trabalhado muito para mudar esse panorama, os atletas estão pressionados, mas cientes de que possuem qualidade o suficiente para conquistarmos as vitórias e atingirmos nosso objetivo que é a classificação” explicou o levantador e presidente da equipe, Ricardinho.

Equipes:

Minas Tênis Clube:
Gelinski, Abouba, Mão, Bruno, Vanole, Flávio e Rogerinho (líbero)
técnico: Nery Tambeiro

Copel Telecom/Maringá: Pedro, Marcílio, Michael, Renato Hermely, Mudo, Sérgio Félix e Felipe (líbero)
Ualas
técnico: Renato Lúcio Soares

foto: Orlando Bento/MTC

Nenhum comentário:

Postar um comentário