domingo, 11 de dezembro de 2016

(Superliga) Montes Claros ganha do JF Vôlei em casa e chega ao 4º lugar

Com mais de 1.600 pessoas presentes no ginásio Tancredo Neves, o Montes Claros venceu o JF Vôlei por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 25/15, 18/25 e 25/20, pela 9ª rodada da Superliga 2016/2017. Com o resultado, o Pequi Atômico chegou aos 18 pontos e assumiu a 4ª colocação, enquanto o time da Zona da Mata viu encerrar sua serie de vitórias, parou nos 16 pontos e caiu para a 6ª posição.

A partida começou com o JF Vôlei melhor e colocando 1 a 4 no placar, porém logo os donos da casa equilibraram as ações e encostaram: 8 a 9. O levantador Murilo Radke conseguia fazer o Montes Claros rodar, enquanto do outro lado o oposto Renan era bastante acionado: 15 a 15. O primeiro set foi chegando ao final e os dois times soltavam o braço no saque e no ataque, o que deixa tudo parelho: 21 a 21. No final, um ace de Salsa fez a diferença e o Pequi Atômico fechou em 25 a 22.

O segundo set iniciou com o Montes Claros indo para cima, com direito a ace de Robinho e vantagem de 7 a 4 no placar. O JF Vôlei tinha dificuldades no side-out, tanto que os donos foram aproveitando isso para abrir uma boa diferença, chegando a fazer 15 a 6. O técnico Henrique Furtado chegou a mexer no time, com as entradas de Diego Almeida, Felipi Rammé e Franco, porém o que se viu foi um belo trabalho de Murilo Radke e, principalmente do ponteiro Jonatas, que estava em noite inspirada: 25 a 15.

O equilibrou voltou no terceiro set, com os dois times fazendo o side-out: 7 a 7. No ace de Murilo Radke, o Montes Claros quis abrir uma diferença (15 a 13), mas logo os visitantes já igualaram o placar: 15 a 15 e na sequência viraram para 16 a 17. Com Diego Almeida, Franco e Renan conseguindo ultrapassar o bloqueio dos donos da casa, o JF Vôlei foi abrindo na reta final e aproveitando os erros do adversário fecharam em 18 a 25.

No quarto set, o ponteiro Jonatas seguiu soltando o braço e ajudou Montes Claros a fazer 8 a 4 logo no início. Essa diferença foi se mantendo durante toda a parcial, com destaque para Murilo Radke, que conseguia distribuir bem as bolas, evitando assim o bloqueio adversário e fazendo seus atacantes virarem com mais facilidade: 15 a 9. O JF Vôlei errava demais, principalmente na recepção, fazendo o levantador Rodrigo Ribeiro trabalhar com passe B: 18 a 13. No final, uma pequena reação dos visitantes, mas não o suficiente e o Pequi Atômico fechou por 25 a 20.

No próximo sábado, às 20h, o Montes Claros volta a quadra para enfrentar o Caramuru/Castro, no ginásio Padre José Pagnacco. No mesmo dia e horário, o JF Vôlei recebe o Sesi-SP, no ginásio da UFJF.

Equipes:

Montes Claros: Murilo Radke, Luan, Jonatas, Bob, Salsa, Robinho e Gian (líbero)
entraram: Índio, Wanderson, Alê, Rafael e Kachel
técnico: Marcelinho Ramos

JF Vôlei: Rodrigo Ribeiro, Renan, Raphael, Ricardo Júnior, Bruno Amorim, Romulo e Fabio Paes (líbero)
entraram: Felipi Rammé, Diego Almeida, Franco e Juan Mendez
técnico: Henrique Furtado

foto: Fredson Souza/MCV

Nenhum comentário:

Postar um comentário