domingo, 4 de dezembro de 2016

(Superliga) Lebes/Gedore/Canoas vence a primeira ao bater o Caramuru/Castro

Pela 7ª rodada da Superliga 2016/2017, o Lebes/Gedore/Canoas derrotou, de virada, o Caramuru/Castro por 3 sets a 1, parciais de 21/25, 25/20, 25/20 e 25/21, no ginásio La Salle. Com a primeira vitória na competição, o time gaúcho chegou aos seis pontos e agora aparece na 9ª colocação, enquanto a equipe paranaense segue na lanterna, com apenas um ponto ganho e sendo o único clube que ainda não venceu na competição.

Disposto a conquistar a primeira vitória na competição, o Lebes/Gedore/Canoas começou forte a partida e logo abriu 8 a 3. Entretanto, o time gaúcho errou demais na sequência, o que fez o Caramuru/Castro gostar da partida e virar o duelo e até se distanciar no placar: 11 a 15. Com destaque para o ponteiro Cris e o central Thales, os visitantes mantiveram a frente do placar: 18 a 22 e fecharam a parcial em 21 a 25.

O segundo set iniciou equilibrado, com as duas equipes apostando na força de seus saques: 8 a 8. Com dois bloqueios seguidos de Ialisson, os donos da casa abriram vantagem e fizeram 12 a 9 e no bom aproveitamento de ataque do oposto Alemão, o Lebes/Gedore/Canoas colocou 18 a 15 no placar. Aproveitando o embalo de boas defesas e contra-ataques, a equipe gaúcha fechou em 25 a 20.

Na terceira parcial, o Caramuru/Castro, que tinha como um de seus principais atacantes o ponteiro Edy Ney, bem que tentou fazer frente no início do set: 6 a 9, porém os donos da casa encostaram 12 a 13 e tomaram a dianteira no placar, com grande atuação de Alisson Melo. No ace de Giovanni, o Lebes/Gedore/Canoas abriu 18 a 16 e com muita concentração, os comandados de Marcelo Fronckowiak fecharam em 25 a 20.

O quarto set foi quase uma repetição da parcial anterior, com o Caramuru/Castro ficando na frente no início: 7 a 11, porém numa incrível sequência de saques de Giovanni, o placar virou para 16 a 11, o que desmontou qualquer poder de reação do adversário. Na largadinha de Alisson Melo, o placar era de 19 a 14 e com um saque para fora dos paranaenses, a vitória gaúcha acabou sendo de 21 a 25.

“Dedico esse prêmio a esse grupo que jogou junto do início ao fim, ao Rafa (Rafael de Deus, fisioterapeuta do Canoas) que foi fundamental na recuperação da minha lesão e, por todos acontecimentos com a tragédia com o vôo da Chapecoense, hoje dedico também às famílias dos envolvidos”, emocionou-se o central Giovanni.

“A gente sabia que tinha um pouco de risco porque eles (Canoas) tinham que ganhar e abusaram do poder de saque. Vieram com um saque muito forte, muito pesado e não conseguimos trabalhar nosso ataque. Mas, a equipe está evoluindo (...) Ainda que tenhamos feito dois jogos muito abaixo do esperado, contra Juiz de Fora e São Bernardo, o resto estava previsto no nosso planejamento”, ressaltou o técnico Fabio Sampaio.

“Vamos continuar treinando, aperfeiçoando as coisas em que estamos errando muito. Ainda tem muita coisa pela frente, temos muito a melhorar. Tomara que a primeira vitória venha o quanto antes para a gente prosseguir competição”, disse o ponteiro Bruno Araujo.

Na próxima quarta-feira, às 19h30min, o Lebes/Gedore/Canoas enfrenta o Copel Telecom/Maringá, no ginásio Chico Neto. No mesmo dia, às 20h, o Caramuru/Castro recebe o Minas Tênis Clube, no ginásio Padre José Pagnacco.

Equipes:

Lebes/Gedores/Canoas: Evandro, Alemão, Gabriel, Alison, Ialisson, Giovanni e Thales (líbero)
entraram: Composto, Thomaz, Felipe Hernandez, Maurício e Palotti
técnico: Marcelo Fronckowiak.

Caramuru/Castro: Gustavo, Cris, Bruno Araujo, Edy Ney, Thales, Maycon e Mendel (líbero)
entraram: Diego, Matheus, Edgar, Peron e Robinho
técnico: Fábio Sampaio

foto: Fernando Potrick/Gama

Nenhum comentário:

Postar um comentário