sábado, 17 de dezembro de 2016

(Superliga) Brasil Kirin vira pra cima do São Bernardo e vence no Baetão

Em partida realizada no ginásio Baetão, o Vôlei Brasil Kirin derrotou, de virada, o São Bernardo por 3 sets a 1, parciais de 21/25; 25/13; 25/23 e 25/20, pela 10ª rodada da Superliga 2016/2017. Com o resultado, o time de Campinas chegou aos 22 pontos e assumiu, pelo menos temporariamente a vice-liderança, enquanto a equipe do ABC paulista parou nos nove pontos e caiu para a 10ª posição.

A partida começou bastante equilibrada com as duas equipes trocando vantagem e com bom volume defensivo. Com uma jogada de segunda do levantador Marlon o time da casa fez 9 a 8. O São Bernardo passou a errar mais e permitiu que o Vôlei Brasil Kirin abrisse dois pontos, 13 a 15, obrigando o técnico Douglas Chiarotti a parar o jogo. Na volta, o time do ABC paulista conseguiu voltar a pressionar e assumiu a liderança no ataque de Madaloz, 17 a 16. O bloqueio do São Bernardo fez a diferença na reta final e os donos da casa abriram vantagem. Com o contra-ataque de Ademar, 25 a 21 para os anfitriões.

Na segunda parcial a maior experiência do time campineiro falou mais alto, e os visitantes conseguiram impor o ritmo em quadra. Com alguns erros de ataque do São Bernardo, o Brasil Kirin abriu 4 a 7. A equipe de Campinas continuou pressionando e os erros do lado do time da casa aumentou. Quando o placar marcava 7 a 14 a favor dos visitantes, Douglas Chiarotti pediu tempo. O central Maurício Souza aumentou a diferença para 7 a 16 com um ace. O São Bernardo tentou reagir, mas o Vôlei Brasil Kirin conseguiu frear as ações do adversário e, com um ataque para fora do ponteiro Vini, os visitantes fecharam em 13 a 25.

O terceiro set também contou com domínio do Vôlei Brasil Kirin logo no início, mas o São Bernardo conseguiu acertar mais o passe e a virada de bola e não deixou os visitantes se distanciarem tanto no marcador. Depois de um longo rally, o time campineiro abriu dois pontos no ataque de Ygor Ceará, 7 a 9. A equipe do ABC conseguiu o empate com o bloqueio de Ademar sobre Rivaldo e a virada veio com um ace do oposto Gabriel, 13 a 12. Os anfitriões, com um bloqueio de Babu no ataque de Diogo, abriram dois pontos, 20 a 18. Apesar do bom momento dos donos da casa, o Brasil Kirin conseguiu voltar a liderar as ações e, no erro de ataque de Madaloz, fechou mais um set, 23 a 25.

O São Bernardo continuou a equilibrar a disputa no quarto set, e fez 8 a 7 com o ataque de meio de Babu. Os visitantes imprimiram um saque mais forçado e fez efeito sobre o passe dos anfitriões, com isso, aproveitando os contra-ataques, o Vôlei Brasil Kirin abriu 9 a 13 no bloqueio de Maurício Souza sobre o ataque de Madaloz. O domínio do time campineiro se manteve, principalmente no volume de jogo. O Brasil Kirin manteve-se na frente, mesmo com a reação dos donos da casa que conseguiram um ace com o ponteiro Ademar, 19 a 22. Na sequência, os visitantes administraram a partida e fecharam o set em 20 a 25 no erro de ataque do central Babu, 20 a 25.

“Enfrentamos um time jovem, muito qualificado e tivemos dificuldades. Fomos aguerridos. Não estávamos acostumados com um ginásio tão baixo, começamos mal, mas a partir do segundo set conseguimos nos recuperar e fazer o que tínhamos planejado. Nas horas mais difíceis mantivemos o foco e fomos buscar a vitória”, comentou o central Maurício Souza, eleito o melhor em quadra.

Na próxima quarta-feira, às 19h30min, o Brasil Kirin encara o Sada/Cruzeiro, no ginásio Taquaral, em Campinas. No mesmo dia, às 19h, o São Bernardo visita o Minas Tênis Clube, na Arena, em Belo Horizonte.

Equipes:

São Bernardo: Marlon, Gabriel, Babu, Wennder, Madaloz, Ademar e Rafinha (líbero)
entraram: Pernambuco, Brasília, Vini, Yago, Vitão e Wallaf
técnico: Douglas Chiarotti

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Maurício Souza, Vini, Diogo, Ygor Ceará e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Baiano, Jotinha e Matheus
técnico: Horácio Dileo

foto: July Stanzioni/SM PRESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário