sábado, 24 de dezembro de 2016

Reunião no início de janeiro será definitiva para permanência de Bernardinho

Na última sexta-feira, o técnico Bernardinho esteve no programa Mais Vôlei, da Rede Globo, onde entre outras coisas falou sobre sua permanência no comando da Seleção Brasileira. Desde o final dos Jogos Olímpicos Rio/2016 a diretoria da Confederação Brasileira de Vôlei e ele vem conversando sobre a sequência do trabalho visando o ciclo para Tóquio/2020.

“Pela primeira vez eu estou refletindo. Após a final dos Jogos Olímpicos, quando o Bruno veio me abraçar, eu senti uma sensação de alivio e de dever cumprido e ali eu pensei: Pra mim deu. Depois de 24 anos nisso, essa foi a primeira vez que eu penso em parar e pensar. Tem a família, pois tenho duas filhas pequenas e a distância”, disse Bernardinho, que não confirma sua saída, mas deixa em aberto essa possibilidade.

“Ontem (quinta-feira) à noite tive uma reunião e estamos conversando para decidir o melhor, não para mim, mas como um todo para que o voleibol continue competitivo. Estou refletindo sobre outras possibilidades, outros desafios”, afirmou o multicampeão.

No início de janeiro ocorrerá uma nova e possivelmente definitiva reunião e especula-se que Bernardinho acabe virando um gestor dentro da CBV, numa espécie de consultoria, junto a diretoria da entidade e a nova comissão técnica. Por outro lado, existe quem aposte que ele vá para a política, buscando um cargo nas eleições de 2018.

foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário