segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Para ficar de olho: oposto Luan Weber de Montes Claros

O primeiro turno da Superliga 2016/2017 terminou e o Espaço do Vôlei apresenta neste período de recesso para as festas de final de ano alguns jogadores que se destacaram até aqui na competição. Nossa intenção não é fazer uma seleção e sim apresentar alguns jogadores jovens que andam se destacando em seus clubes e que com potencial para chegar ainda mais longe na carreira.

A cada dia desta semana vamos apresentar um atleta e começamos nesta segunda-feira com: Luan José Weber. O oposto do Montes Claros Vôlei é o terceiro maior pontuador da Superliga, com 181 acertos e considerado a referência ofensiva da equipe comandada por Marcelinho Ramos. Aos 25 anos, o jogador natural de Chapecó está no melhor momento de sua carreira, que chegou a ser interrompida devido a uma grave lesão.

Em 2013, quando atuava pelo Kappersberg/Canoas, o oposto sofreu três lesões no joelho direito: ruptura no ligamento cruzado anterior e menisco medial e estiramento no ligamento colateral medial. O episódio que ocorreu em um lance de jogo o tirou de toda a Superliga 2013/2014 e da disputa do Mundial Sub-23 com a Seleção Brasileira. Entretanto, após um longo período de recuperação, Luan voltou as quadras pelo Maringá Vôlei.

O jogador de 2,03m ingressou na equipe paranaense disposto a mostrar que estava recuperado e fez uma boa temporada 2014/2015, o que lhe rendeu a renovação de seu contrato. Entretanto, no ano seguinte ele acabou submetido a um procedimento cirúrgico para a retirada de uma fibrose no joelho direito, fazendo ele atuar em apenas 13 jogos na temporada inteira.

No Montes Claros chegou com o aval de Marcelinho Ramos, com quem trabalhou em Canoas. Sem precisar do departamento médico e com ‘vibração’ em quadra, Luan vem mostrando maturidade a cada partida e certa confiança que ele ganhou dos companheiros de equipe e da comissão técnica do clube mineiro. 

foto: Fredson Souza/MCV

Nenhum comentário:

Postar um comentário