domingo, 25 de dezembro de 2016

Com jovens e contratações pontuais, Henrique Furtado transforma o JF Vôlei

Com uma campanha de seis vitórias e cinco derrotas, o JF Vôlei fechou o primeiro turno da Superliga 2016/2017 na 6ª colocação, somando 16 pontos. Para quem viu a equipe somando apenas dez pontos e segurando a lanterna na edição passada, o momento do time mineiro é surpreendente, porém o técnico Henrique Furtado acredita que o elenco tem potencial para ir mais além na competição.

“Tem sido uma experiência incrível. Temos conseguido jogar de igual para igual contra todos os adversários durante boa parte dos duelos. Mas queremos mais. Em todas as esferas do JF Vôlei vejo guerreiros trabalhando ao meu lado, pessoas muito dedicadas, seja no grupo de jogadores, na comissão técnica ou na diretoria. Estou feliz por estar aqui. Vamos recarregar um pouco as energias nessa pausa e poder encontrar nossos familiares e amigos, para voltar com força total e encarar os próximos desafios”, declarou Henrique Furtado.

Henrique Furtado chegou ao JF Vôlei na parceria envolvendo o time da Zona da Mata e o Sada/Cruzeiro e junto com ele vieram oito jogadores, sendo que alguns deles já conquistaram a Superliga B em 2015, como Romulo, Bruno, Moreno e Adami. Entretanto, vale destacar o trabalho do treinador com atletas que foram escolhidos a dedo pela diretoria, como o oposto Renan, o levantador Rodrigo Ribeiro e o líbero Fabio Paes.

Para muitos, o JF Vôlei pode ser uma grande surpresa. Entretanto, quem viu Henrique Furtado trabalhando na base celeste e juntando idéias ao lado de Marcelo Mendez, sabe que Maurício Bara (diretoria do clube de Juiz de Fora) acertou em cheio ao fechar a parceria. Não apenas para manter o time ativo, pois a dificuldades em achar patrocinador era grande, mas também de torná-lo competitivo.
foto: Renato Araújo/Sada/Cruzeiro/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário