quinta-feira, 3 de novembro de 2016

(Superliga) Sesi-SP recebe o Lebes/Gedore/Canoas na abertura da 2ª rodada

A segunda rodada da Superliga 2016/2017 começa nesta quinta-feira, às 21h, quando o Sesi-SP recebe o Lebes/Gedore/Canoas, no ginásio da Vila Leopoldina. O time paulistano estreou vencendo o Copel Telecom/Maringá, fora de casa, enquanto os gaúchos perderam para o Montes Claros, em Minas Gerais. A partida terá transmissão do Sportv.

Depois da boa vitória sobre os paranaenses por 3 sets a 0, no ginásio Chico Neto, o Sesi-SP fará sua estreia dentro de casa. O técnico Marcos Pacheco prega cautela diante do time gaúcho, mesmo sendo uma equipe formada por jovens, ou seja, o oposto que ele tem em mãos, com jogadores acostumados com decisões olímpicas, como Murilo, Serginho, Lucão e Bruninho.

“A gente sempre vê as equipes jovens com uma característica muito forte, mesmo com uma experiência menor, elas possuem uma vontade muito grande de se mostrarem, aparecerem no cenário, e isso as tornam muito perigosas (...) Estamos estudando e procurando nos atentar nos detalhes. Infelizmente não fizemos nenhum jogo ou preparação com eles, então estamos vendo vídeos, mas é uma equipe, que como todas as outras, requer cuidados. Temos nossos objetivos firmados e com o jogo em casa, sendo esse o primeiro da competição, é muito importante um bom resultado”, analisou o técnico Marcos Pacheco, que destacou alguns atletas do adversário.

“O time deles possui referências e o Alisson é uma delas. O Gabriel também passou por aqui, são jogadores que conhecem a dinâmica do Sesi, como jogamos e como eu penso como técnico, então precisamos levar isso em consideração. Hoje temos outro levantador, o Bruno dá outra dinâmica para o jogo, mas eles conhecem nosso conceito e precisamos estar atentos. Fico muito feliz pelo Alisson, Gabriel, Composto e por outros jogadores que estão lá, mas ao mesmo tempo fico preocupado, porque são atletas que podem ter uma influência nesse sentido para o jogo”, concluiu o comandante do Sesi-SP.

Pelo lado do Lebes/Gedore/Canoas, a derrota para o Montes Claros por 3 sets a 1, no ginásio Tancredo Neves, não pode ser considerada de todo ruim, já que todas as parciais foram decididas nos detalhes. O técnico Marcelo Fronckowiak conhece a equipe que tem nas mãos e espera que o time evoluía partida por partida de olho na clasisificacao para os playoffs.

“Esperamos chegar aos playoffs da Superliga. Na temporada passada, tivemos resultados expressivos, mas não nos classificamos por um ponto. Existem quatro equipes no primeiro escalão: Sada Cruzeiro, Sesi-SP, Funvic Taubaté e Brasil Kirin (...) Estamos no segundo escalão, no qual vejo times muito equilibrados. Desejamos recolocar os Estado entre as potências nacionais”, disse o técnico Marcelo Fronckowiak.

“Quando entramos na quadra para o treino, me senti muito bem. É engraçado até, parece que foi ontem que eu estava aqui. Me sinto muito à vontade, foram muitos anos e muitas recordações aqui. Espero que na hora do jogo, a sensação seja a mesma e eu possa me sentir em casa”, assegurou o ponteiro Gabriel, que esteve no Sesi-SP por cinco temporadas.

Equipes:

Sesi-SP: Buninho, Theo, Lucão, Murilo, Fábio, Aracaju e Serginho (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

Lebes/Gedore/Canoas: Evandro, Alison Bastos; Ialisson, Maicon; Gabriel, Alisson Melo e Thales (líbero)
técnico: Marcelo Fronckowiak

foto: Ayrton Vignola/Divulgação Fiesp

Nenhum comentário:

Postar um comentário