domingo, 13 de novembro de 2016

(Superliga) Sada/Cruzeiro passa pelo Caramuru/Castro e segue invicto

No encerramento da 3ª rodada da Superliga 2016/2017, o Sada/Cruzeiro derrotou o Caramuru/Castro por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/18 e 25/22, no ginásio José Pagnacco. Com o resultado, o time mineiro chegou aos seis pontos, manteve o 100% de aproveitamento e assumiu o 4º lugar, mesmo com um jogo a menos. Já a equipe paranaense segue na lanterna, sem pontuar.

O Sada/Cruzeiro abriu a partida com ponto de bloqueio de Filipe. A equipe mineira seguiu bem e, com Simón, chegou a 7 a 4. Com Robinho pontuando bem, o Caramuru Vôlei/Castro reagiu e encostou em 8 a 7. No ace de Peron, o time da casa colou mais uma vez no placar: 11 a 10. A partir deste momento, a equipe cruzeirense passou a pontuar mais e com Filipe bem chegou a 15 a 10. Simón recebeu e atacou e marcou 18 a 12. No erro do time paranaense, 22 a 15. Com dois bloqueios seguidos, o Caramuru fez 24 a 19, mas, no final, no erro de saque, deu a vitória ao Sada/Cruzeiro por 25 a 19.

Depois de uma bola bastante disputada, com boas defesas dos dois lados, Robinho definiu e o Caramuru Vôlei/Castro abriu o placar do segundo set. Na sequência, contando com erros de saque do adversário, o Sada/Cruzeiro fez 5 a 3. No bloqueio, o time paranaense empatou em 5 a 5. Com Alan na diagonal, depois de levantamento de Serginho, o time mineiro fez 11 a 7 e Fábio Sampaio pediu tempo. Em boa passagem de Leal pelo saque, 14 a 7. Com Robinho bem no saque, Caramuru diminuiu a diferença para quatro em 16 a 12. No bloqueio de Éder Levy, o Sada/Cruzeiro chegou a 22 a 15. Bem no saque, Peron ajudou o time de Castro a fazer 22 a 18. Mas, o time cruzeirense fechou em 25 a 18.

O terceiro set começou com mudanças no time do Caramuru/Castro e com equilíbrio. Com Caio da Silva e Bruno em quadra, o time da casa deixou tudo igual em 4 a 4. Em um momento ruim do Sada/Cruzeiro, principalmente no passe, o Castro marcou 8 a 6 e Marcelo Mendez pediu tempo. O placar ficou igual em 10 a 10 e no erro do adversário, os mineiros fizeram 11 a 10. O Sada/Cruzeiro, então, passou a ter tranquilidade no comando do marcador e chegou a 17 a 13. O placar ainda foi a 21 a 17. No bloqueio duplo de Alan e Simón, 23 a 18. No final do jogo, no set mais disputado, o Sada/Cruzeiro fechou em 25 a 22.

“Jogamos muito bem, cumprimos com o nosso objetivo de sair daqui os três pontos e estou feliz por ganhar o Troféu VivaVôlei. Agora é descansar um pouquinho porque na terça-feira já estamos em Maringá”, disse o ponteiro Leal, eleito o melhor da partida.

Na próxima terça-feira, às 19h10min, o Sada/Cruzeiro encara o Copel Telecom/Maringá, no ginásio Chico Neto. Já o Caramuru Vôlei/Castro irá a Minas Gerais enfrentar o JF Vôlei, no próximo sábado, às 18h, no ginásio da UFJF.

Equipes:


Caramuru/Castro: Edgar, Edy, Maycon, Thales, Robinho, Peron e Mendel (líbero)
entraram: Caio, Gustavo e Bruno Araujo
técnico: Fábio Sampaio

Sada/Cruzeiro: William, Alan, Simon, Éder Levy, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Evandro e Pedrão
técnico: Marcelo Mendez

foto: Cristian Cristóforo/Caramuru Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário