terça-feira, 29 de novembro de 2016

(Superliga) Montes Claros quebra invencibilidade da Funvic/Taubaté

No encerramento da 6ª rodada da Superliga 2016/2017, o Montes Claros Vôlei derrotou a Funvic/Taubaté por 3 sets a 1, parciais de 30/28, 25/20, 23/25 e 25/18, no ginásio do Abaeté. Com o surpreendente resultado, o Pequi Atômico chegou aos 12 pontos e alcançou a 5ª colocação, enquanto o time do Vale do Paraíba, que perder sua invencibilidade, parou nos 14 pontos e permanece na 4ª posição.

O ponteiro Jonatas abriu o placar do jogo para o Montes Claros Vôlei. Lucarelli devolveu. Com Bob, o time mineiro abriu 3 a 1. Luan Weber passou a pontuar bem e os visitantes abriram 8/4. No ponto de saque de Raphael, o Funvic Taubaté fez o sétimo ponto, enquanto o adversário tinha 10. Com mais um ace de Raphael, 10 a 9, e Marcelinho Ramos pediu tempo. O Montes Claros Vôlei voltou a pontuar e quando fez 12 a 9, Cezar Douglas parou o jogo. No erro do Montes Claros, a diferença caiu para um ponto em 16 a 15. Com Otávio, mais uma vez o grupo paulista encostou (19 a 18). Com bloqueio de Robinho, o time mineiro fez 22 a 20. E foi Lucarelli o responsável pelo ponto de empate em 23 a 23. No ataque para fora do Montes Claros Vôlei, o Funvic Taubaté assumiu o comando do placar em 26 a 25. No final, com bloqueio do levantador Murilo Radke, o time mineiro venceu por 30 a 28.

O segundo set também começou com muita disputa, com o empate em 2 a 2. Em boa passagem de Otávio boa passagem de Otávio pelo saque, o Funvic Taubaté abriu dois em 5 a 3. Em 7 a 4, Marcecelinho Ramos pediu tempo. A disputa seguiu acirrada. No erro de saque de Murilo Radke, o time da casa chegou ao ponto de empate em 16 a 16. Em boa passagem de Robinho pelo saque, o Montes Claros Vôlei abriu três de vantagem (20 a 17), forçando o técnico Cezar Douglas a pedir tempo. Com o central Salsa, o grupo mineiro fez 23 a 19 e o treinador do Funvic Taubaté parou o jogo novamente. E, melhor em quadra, o Montes Claros Vôlei fechou em 25 a 20.

Com o cubano Mesa em quadra no terceiro set, o Funvic Taubaté tentou buscar uma reação. A parcial teve equilíbrio em 4 a 4. Com o ponteiro Bob, o Montes Claros Vôlei fez 8 a 7. Com Lucas Lóh, o time da casa passou a frente e fez 12 a 11. Em momento de reação do Taubaté, Éder pontuou no bloqueio e fez 14 a 11. A vantagem do time paulista passou a ser de apenas um em 17 a 16. Com Wallace, o Funvic Taubaté voltou a abrir três em 19 a 16. Contando com erros do time da casa, o Montes Claros Vôlei, que perdia por 21 a 18, chegou ao ponto de empate em 21 a 21 e assumiu o placar em 22 a 21. Taubaté virou o jogo e fez 23 a 22. E, no final, vitória do time da casa por 25 a 23.

Sem se abater pelo resultado no set anterior, o Montes Claros Vôlei abriu 4/1 no começo do quarto set. Quando o placar marcou 6 a 2, Cezar Douglas pediu tempo. O time mineiro teve quatro de vantagem em 9 a 5. A equipe do Funvic Taubaté reagiu e no bom saque de Wallace chegou a 7 a 9. No bloqueio de Luan, o Montes Claros voltou a abrir vantagem (12 a 8). Com mais um bloqueio, desta vez com Salsa, 14 a 9. A vantagem chegou a ser de sete pontos em 17 a 10. Na bola de segunda de Murilo Radke, 19 a 12. No final, vitória mineira por 25 a 18.

“Em casa ou fora, receber o carinho dos torcedores é sempre bacana demais. Jogar contra Taubaté é sempre especial. A torcida está de parabéns e o nosso time tem que seguir assim, firme sempre”, disse o oposto Luan, eleito o melhor em quadra.

“Eles já tinham feito uma bela partida contra o Sesi-SP e, mesmo perdendo, jogaram super bem, e aqui jogaram bem novamente. A nossa equipe não teve a melhor atuação. Não foi um dia bom para o nosso time, mas não temos tempo para remoer muito porque sábado já tem mais uma pedreira”, destacou o ponteiro Lucarelli.

Na próxima quinta-feira, às 21h55min, o Montes Claros recebe o Brasil Kirin, no ginásio Tancredo Neves. Já no sábado, às 19h30min, a Funvic/Taubaté faz o clássico diante do Sesi-SP, no ginásio da Vila Leopoldina.

Equipes:

Funvic/Taubaté:
Raphael, Wallace, Éder, Otávio, Lucarelli, Lucas Lóh e Mário Jr. (líbero)
entraram: Japa, Kaio, Gelinski e Vinícius
técnico: Cezar Douglas

Montes Claros: Murilo Radke, Luan Weber, Salsa, Robinho, Bob, Jonatas e Gian (líbero)
entraram: Ale e Rafael
técnico: Marcelinho Ramos

foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté

Nenhum comentário:

Postar um comentário