quinta-feira, 24 de novembro de 2016

(Superliga) JF Vôlei vence a terceira ao superar o Copel Telecom/Maringá

Mesmo jogando no ginásio Chico Neto, o JF Vôlei não se intimidou e venceu o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 1, parciais de 29/31, 20/25, 25/19 e 12/25, pela 5ª rodada da Superliga 2016/2017. Essa foi a terceira vitória consecutiva da equipe mineira, que chegou aos oito pontos e assumiu a 6ª posição. Já o time paranaense segue no 11º lugar, com apenas um ponto ganho.

Com quase três mil pessoas no Chico Net, as duas equipes começaram se estudando bastante e mostrando que o duelo seria equilibrado: 5 a 5. O Copel Telecom/Maringá conseguiu abrir três pontos de diferença, com destaque para o ponteiro Sergio Felix: 13 a 10, mas logo o JF Vôlei equilibrou novamente a partida e deixou tudo igual: 16 a 16. Na reta final, os visitantes viraram: 18 a 19 e o que se viu a partir daí foi muita disputa até os mineiros fecharem em 29 a 31.

O segundo set começou com o JF Vôlei melhor em quadra e logo colocando 6 a 9 no placar, com destaque para o oposto Renan, que anotou 26 pontos na partida. Essa vantagem foi sendo mantida durante toda a parcial e o levantador Rodrigo Ribeiro conseguiu fazer seu time rodar bem as bolas: 11 a 14. O Copel Telecom/Maringá errava demais e no final, com certa tranquilidade, os comandados de Henrique Furtado fecharam em 20 a 25.

O terceiro ser iniciou como uma cópia da parcial anterior, onde os mineiros abriram certa vantagem no placar logo cedo: 7 a 10, porém o bloqueio do Copel Telecom/Maringá começou a funcionar na metade do período: 11 a 13 e errando bem menos, a equipe paranaense virou para 17 a 15 e conseguiu impor um maior volume de jogo. O central Ualas era bastante acionado e dava conta do recado, ajudando o time a fazer 21 a 17 e no final, fechar por 25 a 19.

O JF Vôlei não quis dar chance para o azar e foi pra cima no quarto set, fazendo incríveis 2 a 7, com ataques certeiros. Os donos da casa pareciam perdidos em quadra e tinha dificuldades para realizar o side-out, tanto que o placar apontava em determinado momento: 4 a 13. Com muita intensidade no ataque, os mineiros não deram chances para o Copel Telecom/Maringá, fazendo 6 a 18 e fechando a parcial em 13 a 25.

“O time jogou coletivamente, esse foi o diferencial para sairmos com a vitória. Sabíamos que seria um jogo difícil, pois o adversário tem bastante qualidade, mas conseguimos imprimir um bom ritmo de saque, e soubemos aproveitar as oportunidades no decorrer da partida. Sair com uma vitória fora de casa, contra um adversário direto é sempre muito bom. O time vem trabalhando firme todos os dias para continuarmos crescendo dentro da competição. Agora já é pensar na próxima partida de sábado, contra Canoas, um adversário perigoso, que tem um poder ofensivo grande e vem mostrando isso nos jogos”, declarou o líbero Fabio Paes.

"Fizemos um jogo muito a baixo do que temos capacidade. Nas quatro primeiras rodadas, apesar de não termos conseguido as vitórias, nossa equipe se portou muito bem, mas hoje não conseguimos impor nosso ritmo. Agora não tem que ter lamentações, temos que levantar a cabeça e buscar a vitória contra Castro fora de casa no sábado", explicou o treinador Nutti.

O JF Vôlei volta a quadra no próximo sábado, às 18h, diante do Lebes/Gedore/Canoas, no ginásio da UFJF, enquanto no mesmo dia, às 20h, o Copel Telecom/Maringá pega o Caramuru/Castro, no ginásio Padre José Pagnacco.

Equipes:

Copel Telecom/Maringá: Pedro, Leozão, Sergio, Aranha, Ualas, Mudo e Felipe (líbero)
entraram: Renato Hermely, Matheus Secco, Aureliano, Elder e Marcílio
técnico: Nutti

JF Vôlei: Rodrigo Ribeiro, Renan Buiatti, Rammé, Ricardo Júnior, Bruno, Romulo e Fabio Paes (líbero)
entraram: Henrique Adami, Juan Moreno, Raphael Marcarini, Vitor Adriano, Franco Drago e Juan Mendez
técnico: Henrique Furtado

foto: Rodrigo Araújo/Copel Telecom/Maringá

Nenhum comentário:

Postar um comentário