sexta-feira, 4 de novembro de 2016

(Superliga) Em estreia na Vila Leopoldina, Sesi-SP vence Lebes/Gedore/Canoas

Jogando pela primeira vez no ginásio da Vila Leopoldina pela Superliga 2016/2017, o Sesi-SP venceu o Lebes/Gedore/Canoas por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/21 e 26/24. Com o resultado, o time paulistano chega a seis pontos em duas rodadas e assume a liderança, pelo menos temporária, de forma isolada. Já a equipe gaúcha sofreu sua segunda derrota em duas partidas na competição.

Pela primeira vez na Superliga como titular, depois de voltar de contusão, o ponteiro Douglas Souza abriu o placar do jogo a favor do Sesi-SP, que ainda fez 4 a 0. Neste momento, o Lebes/Gedore/Canoas pediu tempo. O time da casa ainda chegou a 8 a 4. Na bola de segunda de Evandro, a equipe gaúcha diminuiu a diferença no placar para 11 a 8. Mas, com Douglas Souza bem no ataque, o Sesi-SP voltou a abrir em 19 a 13. No ponto de Murilo, a equipe paulista marcou 21 a 16. Quando, novamente com Murilo, o Sesi-SP chegou a 23 a 17, Chiquita (substituindo Marcelo Fronckowiak suspenso) pediu tempo. No ace do levantador reserva, Bernardo, os donos da casa fecharam em 25 a 17.

Logo no começo do segundo set, com ponto de saque de Douglas, o Sesi-SP fez 3 a 1. Com erros do jovem time do Lebes/Gedore/Canoas, os donos da casa colocaram quatro de vantagem em 7 a 3. No bloqueio duplo de Bruninho e Lucão, o placar foi a 9 a 4 e Chiquita pediu tempo. Em uma levantada veloz de Bruninho, Douglas pontuou e fez 13 a 8 para o Sesi-SP. Com mais um ponto de bloqueio, o time paulista marcou 16 a 10. O Lebes/Gedore/Canoas reduziu a desvantagem e, com ponto de saque de Composto, chegou a 18 a 15, forçando o técnico Marcos Pacheco a pedir tempo. Com dois pontos seguidos do central Ialisson, o Canoas encostou em 22/20 e o treinador do Sesi-SP pediu mais um tempo. O time paulista, então, voltou a pontuar e fez 25 a 21.

Diferente dos dois primeiros, o início do terceiro set foi equilibrado, com as equipes empatando em 2 a 2 e, na sequência, com um ponto de vantagem do Lebes/Gedore/Canoas (4 a 3). Com o time gaúcho jogando mais solto e Gabriel pontuando bem, o placar ainda foi a dois a favor: 10 a 8. Com Maicon, a equipe visitante fez 14 a 12. Em um set jogado ponto a ponto, os times empataram em 15 a 15. No ponto de Murilo, o Sesi-SP assumiu o comando do placar em 18 a 17. No bloqueio de Ialisson, o Canoas voltou a passar a frente em 19 a 18 e Pacheco pediu tempo. O time gaúcho seguiu no comando do marcador em 20 a 19. No ace de Alison Melo, 23 a 21 e Pacheco parou o jogo. Com ponto de bloqueio, o Sesi-SP deixou tudo igual: 23 a 23. No ace de Douglas, 24 a 23 para o Sesi-SP. E no bloqueio de Lucão, o Sesi-SP fechou em 26 a 24.

“O importante, acima de tudo, são os três pontos. Não foi um bom jogo, falhamos no bloqueio, ainda houve alguma falta de entrosamento, principalmente com o passe B, mas o importante é a vitória, sem dúvida”, disse o levantador Bruninho, que recebeu o prêmio de melhor em quadra.

“Eu não estou feliz porque o nosso time perdeu e isso nunca é bom. O nosso time se comportou bem em alguns momentos, mas faltou acreditar um pouco mais. Estamos crescendo no campeonato, somos um time jovem, estamos treinando muito duro e esperamos aparecer para o cenário com todo mundo junto”, comentou o ponteiro Gabriel, que teve 18 acertos na partida.

O Sesi-SP volta a quadra no sábado, dia 12, às 19h, para enfrentar o Minas Tênis Clube, na Arena Minas. Já o Lebes/Gedore/Canoas pega na próxima quinta-feira, às 21h45min, a Funvic/Taubaté, no ginásio La Salle.

Equipes:

Sesi-SP: Bruninho, Théo, Lucão, Aracaju, Murilo, Douglas Souza e Serginho (líbero)
entraram: Alan, Bernardo e Riad
técnico: Marcos Pacheco

Lebes/Gedore/Canoas: Evandro, Alison Silveira, Maicon, Ialisson, Gabriel, Alisson Melo e Thales (líbero)
entraram: Thomaz, Palocci e Composto
técnico: Chiquita

foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário