sábado, 5 de novembro de 2016

(Superliga) Em busca da segunda vitória, Brasil Kirin recebe o Caramuru/Castro

Neste sábado, às 18h, o Brasil Kirin encara o Caramuru/Castro, no ginásio Taquaral, pela segunda rodada da Superliga 2016/2017. Após estrear com vitória sobre o JF Vôlei, o time de Campinas, que é atual vice-campeão, busca mais três pontos, agora dentro de casa, enquanto a equipe paranaense, que perdeu sua primeira partida para a Funvic/Taubaté, tenta a recuperação na competição.

O bom retrospecto em jogos no Taquaral é o combustível do Vôlei Brasil Kirin para estrear com o pé direito como mandante na Superliga. O time campineiro não perde em casa pela competição há seis jogos, incluindo os playoffs do ano passado. Nas últimas onze partidas como mandante, a equipe paulista conquistou nove vitórias. 

“Gostamos de jogar diante nossa torcida Sentimos bem o clima de jogar em casa durante o Paulista e vimos que a força da arquibancada será importante no decorrer na temporada. É preciso sempre dar um passo de cada vez, pensar no presente. E temos Castro pela frente. Será bom fazer essa estreia, mas é preciso ter concentração e foco para buscar a vitória”, comentou o técnico Horacio Dileo. 

“Entramos com o pensamento de buscar a vitória em todos os jogos, mas em casa não podemos desperdiçar oportunidades. Enfrentaremos um time jovem, com os mesmos objetivos que a gente, por isto, temos que aproveitar essa sinergia com a torcida para buscar o resultado positivo (...) Castro é um time novo, que faz sua estreia em Superliga. Assim como Juiz de Fora, eles jogam soltos e se não entrarmos ligados, principalmente na recepção, podemos nos complicar”, comentou o levantador Rodriguinho.

O M.V.Selmer/Compagás/Caramuru Castro, que perdeu por 3 sets a 0 para a Funvic/Taubaté, em casa, terá os desfalques do levantador Lucas e do central Edenilson, porém o técnico Fabio Sampaio espera ver o time melhor do que na partida de estreia, onde o nervosismo sempre interfere. Para conseguir equilibrar o duelo em Campinas, o objetivo é sacar bem e para isso o time conta com Robinho, hoje o primeiro neste fundamento no ranking da CBV.

Por outro lado, a equipe paranaense precisa melhorar a sua linha de passe para facilitar a vida do bom levantador Gustavo. Na estreia, os comandados de Fabio Sampaio acabaram errando demais neste fundamento e prejudicando o side-out, ou seja, deixando as jogadas mais obvias para o posicionamento do bloqueio adversário. Vale destacar que Caio, Eric e Diego ainda dependem de liberação do Departamento Médico para ficarem à disposição.

Equipes:

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Vini, Maurício Souza, Ygor, Diogo e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Horacio Dileo

Caramuru/Castro: Gustavo, Alesson, Thales, Peron, Edy Ney, Sibá e Matheus (líbero)
técnico: Fabio Sampaio

foto: Brasil Kirin/Divulgação

Um comentário:

  1. O ponteiro passador Luan Mota, ex Sesi/SP e ex Bento esta disponivel. Talvez se o Caramuru se interessar pode ser uma soluçao para melhorar o passe do time.

    ResponderExcluir