sexta-feira, 18 de novembro de 2016

(Superliga) Brasil Kirin pega o Lebes/Gedore/Canoas neste sábado no Taquaral

Pela 4ª rodada da Superliga 2016/2017, o Vôlei Brasil Kirin enfrenta o Lebes/Gedore/Canoas, neste sábado, às 18h, no ginásio Taquaral. Com oito pontos, o time de Campinas busca permanecer invicto e na vice-liderança, onde aparece atualmente. Já a equipe gaúcha vem de três derrotas consecutivas e quer a recuperação para ingressar no G-8, sendo que hoje está na 9ª colocação, com um ponto ganho.

O Vôlei Brasil Kirin venceu JF Vôlei, Caramuru/Castro e Copel Telecom/Maringá, sendo que este último foi no tie-break, em partida bastante equilibrada no ginásio Chico Neto. Apesar da diferença na tabela, o técnico Horacio Dileo espera por duelo complicado, já que do outro lado existe uma equipe com jovens talentos e atletas acostumados com a Superliga.

“Será mais uma das 22 finais que teremos na primeira fase. Canoas tem um time forte, com um levantador que respeito muito, o Evandro, e não será nada fácil. Precisamos estar ligados do início ao fim e ir buscar essa vitória”, declarou o técnico Horacio Dileo, que fez questão de valorizar o período de quase uma semana de treinos antes do duelo.

“Estou gostando bastante do nível dos treinamentos e nosso bom desempenho nestas três primeiras rodadas é reflexo do preparo e do estudo que fazemos no dia-dia. Acredito que se voltarmos a manter o espírito coletivo forte e a evolução que estamos demonstrando o resultado positivo virá”, encerrou o comandante campineiro.

“Passamos por uma sequência complicada, com dois jogos fora de casa, mas conseguimos mostrar força e acabar na liderança. A experiência ajuda, faz grande diferença em momentos chaves dos sets. É claro que a preparação também está sendo conduzida de maneira excelente pela comissão técnica e contribuiu. Essa combinação será essencial para mantermos o sucesso”, comentou o oposto Rivaldo.

Pelo lado do Lebes/Gedore/Canoas, a expectativa é fazer uma partida parecida com a apresentada na derrota para a Funvic/Taubaté, no tie-break, no último dia 10, no ginásio La Salle. A equipe mostrou em vários momentos capacidade para superar um adversário considerado um dos candidatos ao título, porém alguns detalhes acabaram tirando a vitória das mãos dos gaúchos.

O técnico Marcelo Fronckowiak segue sem poder comandar a equipe na beira da quadra devido a uma punição da Confederação Brasileira de Vôlei que termina justamente nesta partida. Com isso, o auxiliar-técnico Chiquita segue ao lado do time, que tem no ponteiro Gabriel um dos seus destaques, sendo o segundo maior da competição, com 57 acertos, apenas atrás do campeão olímpico Wallace (59). 

Equipes:


Brasil Kirin: Jotinha, Rivaldo, Diogo, Bruno Temponi, Maurício Souza, Vini e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Horacio Dileo

Lebes/Gedore/Canoas: Evandro, Alisson Melo, Maicon, Ialisson, Alison Bastos, Gabriel e Thales (líbero)
técnico: Chiquita

foto: Brasil Kirin/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário