segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Com possíveis mudanças, Superliga B terá congresso técnico na quinta-feira

Na próxima quinta-feira, dirigentes da Confederação Brasileira de Vôlei e representantes de clubes estarão reunidos no Rio de Janeiro para o congresso técnico da Superliga B. A fórmula de disputa, questões relacionadas a logística e transmissão de TV serão abordados e a expectativa é de algumas mudanças em relação a edição anterior.

A princípio dez equipes estariam confirmadas para a edição 2017: Academia do Vôlei/Uberlândia (MG); Apan/Barão/Blumenau (SC); ASPMA/Araucária (PR); Botafogo (RJ); Super Vôlei/Santo André (SP); Upis/Brasília (DF); Clube Jaó (GO), Montecristo (GO); Sesc (RJ) e AVP/Rádio Clube (MS). Vale lembrar que oficialmente apenas o Voleisul/Paquetá Esportes (RS) declarou estar fora da disputa, enquanto Flamengo ainda é uma incógnita.

Especula-se que a fórmula pode seguir a mesma da edição anterior, com a divisão dos times por grupos, classificando os quatro primeiros de cada para os playoffs. Entretanto não está descartada uma fase classificatória com turno e returno, com os quatro primeiros passando para as semifinais e consequentemente a decisão. Quanto a televisão, a CBV teria conseguido junto ao Sportv a transmissão da final.

A próxima edição da Superliga B garantirá duas vagas para a Superliga 2017/2018.

foto: Divulgação

2 comentários:

  1. a cbv deveria adotar o sistema de franquias, com uma unica divisão, como nos esportes americanos.

    ResponderExcluir