Voleisul busca apoio de empresas gaúchas para confirmar time na Superliga B

Mesmo tendo vaga garantida na Superliga 2016/2017, a Voleisul/Paquetá Esportes acabou desistindo de participar da principal competição do país por falta de patrocinadores. A diretoria da equipe gaúcha chegou a negociar uma saída de Novo Hamburgo para o Paraná, em uma parceria com a Copel Telecom/Maringá, que no final acabou não saindo. 

Em esforço gigante, a Voleisul/Paquetá Esportes disputou o Campeonato Gaúcho com jogadores identificados com projeto e comandados por Reinaldo Bacilieri, que quase colocou o time nos playoffs da Superliga passada. A intenção era manter viva a equipe em Novo Hamburgo, buscando investidores locais e empresários com o objetivo de ingressar na Superliga B, com previsão de inicio para janeiro.

O presidente da Associação Mão de Pilão (mantenedora da Voleisul), João Fernando Hartz, chegou a pedir um prazo maior para a Confederação Brasileira de Vôlei, no caso até a próxima segunda-feira, para viabilizar a participação da equipe gaúcha. Entretanto, o que se sabe nos bastidores é que a crise financeira que abala o Brasil vem deixando os empresários receosos quando o assunto é investir no esporte.

foto: SGNH/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata