sexta-feira, 28 de outubro de 2016

(Taça Prata) Sesc-RJ, Rádio Clube/AVP e times goianos vão para a Superliga B

Três jogos movimentaram a última rodada da Taça Prata e definiram as quatro vagas para a Superliga B, que deve iniciar em janeiro. Sesc-RJ, Rádio Clube/AVP, do Mato Grosso do Sul e as duas equipes de Goiás (Montecristo e Clube Jaó) confirmaram suas classificações e dão um passo importante em seus projetos para a sequência da temporada.

Considerado um dos favoritos a uma vaga, o Sesc-RJ não tomou conhecimento do Telemaco Borba e venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/14 e 25/12, terminando o torneio na liderança do Grupo B, com seis pontos. Com o resultado, o Clube Jaó acabou se classificando automaticamente por ter ficado em segundo lugar, com três pontos.

“Nós estamos trabalhando desde julho, sem pensar em competição, nos preparando para o mais difícil. Apesar de começando, é só ver quem está envolvido no projeto que você pode ver como é uma coisa que tenho certeza que será a longo prazo. Isso é muito importante para o Rio e é um orgulho pra mim fazer parte disso”, declarou o levantador Everaldo, do Sesc-RJ.

Pelo Grupo A, o Rádio Clube/AVP sofreu sua primeira e única derrota diante do Vitória/FSBA por 3 sets a 1, parciais de 27/25, 25/21, 19/25 e 29/27. Mesmo assim, os cinco pontos conquistados anteriormente (vitórias sobre Montecristo e Tijuca) foram suficientes para garantir o time sul-mato-grossense na Superliga B.

O último duelo do dia foi de tirar o fôlego de quem compareceu no ginásio da Zona Norte da capital fluminense. Depois de perder um primeiro set, o Montecristo derrotou o Tijuca Tênis Clube, por 3 sets a 1, parciais de 29/31, 25/17, 25/23 e 25/16. Com isso, o time goiano chegou a sete pontos, ficou em primeiro do Grupo A e eliminou o time carioca, que terminou o torneio com três pontos.

foto: Alexandre Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário