quarta-feira, 26 de outubro de 2016

(Superliga) JF Vôlei e Brasil Kirin fazem partida inaugural nesta quarta-feira

A Superliga 2016/2017 começa nesta quarta-feira, às 20h, quando o JF Vôlei recebe o Vôlei Brasil Kirin, no ginásio da UFJF. O time mineiro chega para a competição com vários jovens no elenco emprestados pelo Sada/Cruzeiro, enquanto a equipe de Campinas se reformulou com reforços experientes e que já passaram pela equipe em temporadas passadas.

No Campeonato Mineiro, o JF Vôlei acabou não conquistando nenhuma vitória, porém nada que apague o trabalho que vem sendo feito pelo técnico Henrique Furtado. Além de vários atletas da base do Sada/Cruzeiro, a equipe da Zona da Mata fez contratações pontuais, com destaque para o oposto Renan, que estava no voleibol italiano, e o levantador Rodrigo Ribeiro, ex-Montes Claros.

“Nosso time está bem. Tivemos algumas semanas muito interessantes na preparação para a Superliga. Jogamos o Campeonato Mineiro, que tem um nível de dificuldade elevadíssimo para nós, onde cada dia trabalhamos muito. Depois, tivemos um período de treinamento que foi muito importante também, quando conseguimos uma boa evolução em alguns fundamentos como passe e ataque. Agora vamos entrar com tudo nessa Superliga, batalhar a cada jogo e procurar evoluir dentro do campeonato”, disse o técnico Henrique Furtado. 

“Estudamos e treinamos muito para enfrentá-los. Temos que tomar bastante cuidado na hora de atacar, porque, além de darem trabalho nos ataques pelo meio, eles também são muito fortes no bloqueio”, disse o oposto Renan, que recentemente foi campeão do Mundial de Clubes com a camisa do Sada/Cruzeiro.

Atual vice-campeão da Superliga, o Brasil Kirin passou por uma boa reformulação devido a diminuição no orçamento para a temporada 2016/2017. Seguiram no clube jogadores importantes como o líbero Tiago Brendle, o central Vini e o central Maurício Souza, campeão olímpico no Rio de Janeiro. As novidades são na verdade velhos conhecidos do torcedor, casos do oposto Rivaldo, do levantador Rodriguinho e do ponteiro Diogo

“Cada jogo será uma decisão e teremos 22 finais pela frente a começar por esta. Acho que o torneio será bastante igual de uma maneira geral, com três equipes fortes disputando os primeiros lugares e os outros nove lutando na zona de classificação. O segredo será a concentração e a combinação entre a qualidade técnica e a organização tática. Vamos buscar equilibrar estes pontos”, comentou o técnico Horacio Dileo.

“Nosso objetivo é chegar à semifinal e vamos lutar para isto. Temos uma equipe qualificada e experiente. Ainda temos a evoluir e vamos aproveitar para crescer durante a competição. Começo o torneio bastante animado (...) Não podemos cair na armadilha de achar que vamos ter facilidade. É uma estreia, contra uma equipe que tem jogadores muito qualificados e estaremos longe de casa. Ou seja, são todos os ingredientes que podem nos complicar. Por isto, temos que entrar focados em impor nosso ritmo”, opinou o ponteiro Diogo.

Equipes:

JF Vôlei: Rodrigo Ribeiro, Renan Buiatti, Raphael, Ricardo Jr., Franco, Bruno e Juan (líbero)
técnico: Henrique Furtado

Brasil Kirin: Rodriguinho, Rivaldo, Diogo, Ygor Ceará, Vini, Maurício Souza e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Horacio Dileo

foto: Vítor Bara/JF Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário