sábado, 22 de outubro de 2016

(Paulista) Funvic/Taubaté vence Sesi-SP no golden set e fatura o tricampeonato

Quem esteve presente no ginásio do Abaeté viu um grande jogo entre Funvic/Taubaté e Sesi-SP pela decisão do Campeonato Paulista – Divisão Especial. Com o apoio da torcida, o time do Vale do Paraíba venceu por 3 sets a 1, parciais de 26/24, 25/17, 22/25 e 25/17, levando o confronto para o golden set, vencido também pelos donos da casa por 25/21, que assim faturaram o tricampeonato.

Com o ginásio cheio e vibrante, os donos da casa entraram em quadra com força total e abriram o marcador com 2 a 0. O Sesi-SP sentiu a pressão, sofreu para virar algumas bolas mas chegou ao empate: 6 a 6. Sacando forte e apostando na força do oposto Wallace, a Funvic/Taubaté ficou com as duas parciais técnica do set (8 a 6 e 16 a 13), mas logo os visitantes voltaram a crescer e com jogadas rápidas pelo meio com Lucão empatou novamente: 17 a 17. Ponto a ponto disputado à risca, o jogo ficou equilibrado e emocionante, até que após um erro de Murilo, o time do Vale do Paraíba fez 26 a 24.

O segundo set começou equilibrado até Wallace cravar um ace na quadra do Sesi-SP e começar a abrir vantagem para os donos da casa: 8 a 6. O técnico Marcos Pacheco colocou Vaccari no lugar de Fábio e o jovem ponteiro virou alvo dos saques do oposto da Funvic/Taubaté, que com uma passagem impecável ajudou seu time a fazer 14 a 6. Os visitantes até esboçaram uma reação, com jogadas pelo meio de Lucão e Aracaju, mas errando demais viram a equipe de Cezar Douglas fechar em 25 a 17.

Mais concentrados e anulando mais as ações do adversário, o Sesi-SP fez um terceiro set mais equilibrado. Murilo cravou um ace e colocou a equipe paulistana na frente: 5 a 7 e alguns pontos após a primeira parcial técnica, Theo fechou o bloqueio e garantiu mais uma vantagem no placar: 9 a 12, forçando Cezar Douglas a pedir tempo. Na volta, a Funvic/Taubaté melhorou em quadra e encostou 14 a 15. Entretanto, com paciência e um bloqueio do central Leitzke, que entrou no lugar do levantador Bruninho, os visitantes fecharam em 22 a 25.

Buscando a vitória para levar a decisão para o Golden set, a Funvic/Taubaté não deu chances para o Sesi-SP e voltou para o quarto set com força máxima. Otávio cresceu no bloqueio e deixou o placar em 4 a 1. Marcos Pacheco mexeu, trouxe Douglas Sousa para o lugar de Fábio e mesmo assim viu a diferença aumentar: 13 a 7. O ponteiro até marcou pontos de ataque, mas não foram suficientes para parar o trio Otávio, Wallace e Lucas Loh, que ajudaram os donos da casa a fazerem 25 a 17.

No Golden Set, o Sesi-SP saiu na frente e abriu 1 a 3 após dois erros de ataque do oposto Wallace, mas logo o levantador Rapha complicou a vida do capitão Murilo na recepção e deixou tudo igual em 3 a 3. Ponto a ponto as equipes seguiram empatadas e se revezando em quem ficava na frente, até que o oposto Wallace cravou um ace para fazer 8 a 6. Digno de um set decisivo, o jogo seguiu apertado até a reta final, quando o bloqueio da Funvic/Taubaté e os ataques de Wallace apareceram para fechar o jogo em 25 a 21.

“Acredito que a gente fez um trabalho de estudo muito bom. A comissão técnica também se preparou. A gente viu o que errou em São Paulo, mudamos a postura, fomos mais agressivos. A torcida ajudou nessa parte, jogou junto”, declarou o ponteiro Lucas Loh.

“A gente conseguiu se impor, fazer funcionar os fundamentos de saque e ataque, a rodada de bola foi muito bem. A gente conseguiu fazer o nosso jogo e a torcida ajudou muito. Tudo foi fundamental nesta vitória” afirmou o central Éder.

“O que aconteceu é que nós perdemos o Golden set. Não conseguimos entrar bem no jogo. Sabíamos da pressão que seria essa partida e faltou cuidado, um pouco mais de atenção e carinho para vencer esse set e ficar com o título. Eles tiveram isso e conquistaram a vitória”, explicou o líber Serginho.

“O jogo é feito de oportunidades e você tem que estar atento e saber aproveitá-las. Tivemos algumas dessas oportunidades no Golden set e não soubemos usar. Eles cresceram, fizeram o papel deles e ficaram com o título mais uma vez. É difícil perder, mas agora é respirar, dar uma leve relaxada e já começar a trabalhar para Superliga”, comentou o técnico Marcos Pacheco.

Agora, as duas equipes pensam na Superliga 2016/2017. O Sesi-SP estreia diante do Copel Telecom/Maringá, na próxima quinta-feira, às 21h30min, no ginásio Chico Neto. Já a Funvic/Taubaté enfrenta o Caramuru/Castro, no sábado, às 20h, no ginásio Padre José Pagnacco.

Equipes:

Funvic/Taubaté:
Rafha, Wallace, Lucarelli, Lucas Loh, Otávio, Eder e Mário Jr. (líbero)
entraram: Japa, Gelinski, Kaio e Vinicius.
técnico: Cezar Douglas

Sesi-SP: Bruninho, Theo, Murilo, Fábio, Lucão, Aracaju e Serginho (líbero)
entraram: Alan, Vaccari, Leitzke e Douglas Sousa
técnico: Marcos Pacheco

foto: Rafinha Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário