sábado, 22 de outubro de 2016

(Mundial de Clubes) Sada/Cruzeiro encara o Bolívar por vaga na decisão

Primeiro colocado do Grupo A, o Sada/Cruzeiro vai encarar o Bolívar, neste sábado, às 18h, no ginásio Divino Braga, em Betim, pela semifinal do Mundial de Clubes. Na luta pelo tricampeonato, o time celeste chega invicto e embalado pela vitória sobre os russos do Zenit Kazan, enquanto os argentinos venceram o clássico diante da UPCN e o Minas Tênis Clube, tendo perdido para o Trentino. A partida terá transmissão do Sportv e da ESPN.

Após vitórias tranqüilas diante do Taichung Bank, de China Taipe, e do Tala’ea El-Gaish, do Egito, o Sada/Cruzeiro fez um grande jogo derrotando o Zenit Kazan, atual vice-campeão mundial, por 3 sets a 1. Com o ponteiro Leal em grande fase, o técnico Marcelo Mendez espera uma equipe concentrada e buscando o erro zero para chegar mais uma vez a decisão.

“É preciso estudar. Tanto os argentinos quanto os italianos fazem uma estratégia de jogo muito bem feita, com características diferentes. Vamos ver os últimos detalhes para acertar algumas coisas do nosso time. Sabemos que o jogo contra o Bolívar vai ser um duelo muito difícil, de alto nível. Em uma semifinal erros não são permitidos. Creio que o nosso grupo está preparado. Temos que manter nosso saque funcionando e também o nosso side-out”, avaliou o técnico Marcelo Mendez.

“Queremos repetir a atuação do último jogo. Mas sabemos que vai ser um jogo diferente. Jogamos a última partida contra uma equipe russa, onde a força, altura, e a potência no saque e ataque são muito fortes, e agora vamos enfrentar uma equipe da escola argentina, de mais defesa. E vamos ter que nos adaptar. Deixar o que passou para trás e pensar no próximo jogo, contra o Bolívar, e em fazer as nossas ações muito bem. A expectativa é que o nosso time saiba jogar esse tipo de jogo. O que ajuda também nessa hora é a garra e determinação, além da torcida, que dá um calor e acaba motivando também a gente dentro de quadra”, disse o central Isac.

Pelo lado do Bolívar chegar as semifinais é um grande feito, ainda mais eliminando a UPCN, que foi 3ª colocada na edição passada e é atual campeã argentina. O técnico Javier Weber tem jogadores experientes em seu elenco, como o levantador Chirivino, o central Crer e o líbero Gonzalez. Além deles, vale ficar de olho no ponteiro búlgaro Aleksiev, bastante técnico e que chama a responsabilidade no ataque.

“Os nossos resultados são fruto do grande trabalho que fizemos durante todo o período de preparação. Tivemos um grupo muito difícil pela frente, com quatro equipes muito fortes, mas o objetivo do Bolivar é entrar em todo campeonato para ganhar. O Mundial de Clubes é uma competição muito dura, o Sada/Cruzeiro é um rival muito perigoso e vamos buscar fazer o nosso melhor para chegar até a final”, declarou o central Crer.

Na primeira semifinal deste sábado, às 15h, se enfrentam Zenit Kazan e o italiano Diatec Trentino, que foi primeiro lugar do grupo B e já conquistou por quatro vezes o Mundial de Clubes.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Evandro, Rodriguinho, Leal, Isac, Simon e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

Bolivar: Gauna, Chirivino, Edgar, Crer, Aleksiev, Piá e Gonzalez (líbero)
técnico: Javier Weber

foto: Renato Araujo/Sada/Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário